MotoGP, As preocupações das fábricas nos testes de Jerez

Por a 1 Maio 2022 17:21

Concluído o Grande Prémio de Espanha, uns saíram com mais motivos para sorrir do que outros. Mas, como disse o vencedor Francesco Bagnaia, o trabalho nunca para e todos terão algo em que se concentrar nos testes de Jerez, que decorrem amanhã. Aqui fica um apanhado do que as fábricas poderão fazer no circuito de Jerez.

Ducati – Depois do fim de semana dominante em Jerez (com pole position e vitória numa corrida em que liderou durante todas as voltas), Pecco Bagnaia parece estar a redescobrir a forma que o viu dominar a reta final de 2021. Mas o trabalho não para e as principais preocupações devem vir da Pramac, nas GP22 de Johann Zarco e Jorge Martín. Colocar potência na moto sem utilizar demasiado o pneu traseiro é o principal problema neste momento.

Yamaha – Fabio Quartararo regressou aos bons resultados quando o calendário entrou na ronda europeia (vitória em Portimão e segundo lugar hoje em Jerez). Mas a verdade é que as queixas do francês sobre a falta de potência da moto não puderam ser atendidas, e, por isso, a equipa terá de se focar noutra área. Área essa que poderá ser a falta de aderência traseira, algo que Andrea Dovizioso considera chave para desbloquear o potencial da moto.

Aprilia – Com o pódio de Aleix Espargaró hoje, a Aprilia perdeu as concessões e perdeu também os dias extra de testes que tinha, fazendo com que o dia de amanhã seja ainda mais importante. Espargaró poderá querer focar-se na embraiagem, de modo a melhorar os seus arranques (hoje voltou a não lhe correr bem). Já Maverick Viñales tem tido bom ritmo de corrida, mas tem pecado nas qualificações, por isso, poderá querer treinar as suas voltas rápidas. Curiosidade para ver se algum destes dois pilotos testa a RS-GP “muito diferente” que Lorenzo Savadori pilotou em Jerez.

Suzuki – Álex Rins e Joan Mir tiveram um início sólido de temporada, embora os resultados de Jerez não tenham sido espetaculares, o que significa que há trabalho a fazer na GSX-RR. Rins já disse que é preciso um pacote aerodinâmico com mais downforce, comentando que a Suzuki perdia em aceleração em comparação com as outras motos. Curiosidade para ver se a Suzuki traz algo novo a nível aerodinâmico.

KTM – A KTM era líder do campeonato de construtores e de equipas após as primeiras duas rondas, mas parecem ter dado um passo atrás desde aí. Por isso, o dia de amanhã deve ser preenchido para Miguel Oliveira e companhia. A equipa austríaca costuma ser das mais ocupadas nos testes e amanhã não deverá ser diferente.

Honda – Marc Márquez esteve na luta pelo pódio hoje em Jerez, mas confessa que ainda não consegue pilotar a moto da maneira que quer. Depois de tentar afinações bastantes diferentes na RC213V na sexta-feira, o espanhol vai aproveitar nova oportunidade para tentar moldar a moto à sua imagem.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x