MotoGP, 2021, Silverstone: Cal Crutchlow “Desapontado com a posição, mas gozei a corrida!”

Por a 30 Agosto 2021 14:00

Cal Crutchlow e Jake Dixon estrearam-se em equipas diferentes no Grande Prémio da Grã-Bretanha e Crutchlow, pelo menos, diz ter apreciado a corrida

“Aí às 10 voltas, o pneu traseiro, que tinha sido forçado demais no arranque para tentar ficar com as Ducati, estava acabado…”

Para o veterano Inglês, agora piloto de testes da Yamaha, foi uma subida à equipa de fábrica da Monster Energy, a substituir o despedido Maverick Viñales.

Crutchlow começou por dizer:

“Sim, gostei bastante da corrida, diverti-me bastante… obviamente, desapontado de ter acabado aonde acabei, em 17º, mas ao todo estou bastante contente com o meu desempenho, e com os tempos por volta que estava a fazer!”

“Viemos aqui para fazer um bom trabalho e penso que fizemos isso ao longo do fim-de-semana…”

“Trabalhámos bem com a equipa de engenheiros da Yamaha Monster Energy, e pensei que pudesse ter mais hipótese de andar com os tipos do grupo da frente, mas no arranque foi muito difícil ultrapassar as Ducati, e depois comecei a ter problemas com o pneu traseiro…”

“Também tive problemas com o pneu da frente, mas aí às 10 voltas o pneu traseiro que tinha sido forçado demais no arranque para tentar ficar com as Ducati, estava acabado… mas ao todo, a meio da corrida estava contente com o ritmo, era provavelmente um bocadinho mais rápido do que o ritmo que eu tinha tido durante o fim-de-semana!”

“Consegui ser consistente, vimos uma data de rivais perder ritmo com a degradação dos pneus, que sabíamos que ia acontecer, estávamos todos na mesma situação usámos a mesma quantidade de aderência do pneu traseiro, mas aparentemente mas eu estava a gerir isso bastante bem ,o que foi agradável…”

“Ao todo estar a correr aqui em Silverstone, em frente dos fãs de casa, e sentir-me tão apoiado, foi bom… estou contente que eles tenham visto três grandes corridas hoje em todas as três classes, e podemos sair daqui orgulhosos do nosso fim-de-semana!”

“A Yamaha melhorou muito a velocidade de moto, embora ainda não esteja tão rápida como alguns outros fabricantes, o problema é que agora isso esforça mais os pneus…”

“O Fábio isolado à frente não tinha problemas para manter os pneus frescos, mas lá atrás, no meio do grupo, era difícil pela altura que tive uma distância para refrescar o dianteiro, o pneu de trás já estava acabado também!”

“Por outro lado, andar lá atrás com rookies, claro, eles são jovens e estão a atacar, os pilotos mais veteranos, mais experientes, tem tendência a esperar que a corrida assente e depois começam a fazer as suas ultrapassagens, mas lá atrás com os jovens parecia que eles ocupavam a pista toda e foi muito difícil!”

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x