MotoGP, 2020, Teruel: Bradley Smith, em 15,º critica a Aprilia

Por a 27 Outubro 2020 14:30

Bradley Smith, da Aprilia, pontuou no 15º lugar na segunda corrida de MotoGP em Aragón, mas o inglês terminou a 31,8 segundos em último

Bradley Smith beneficiou de uma série de abandonos na corrida de MotoGP em Aragón, no domingo, incluindo a do seu companheiro de equipa Aleix Espargaró. Pelo menos salvou um ponto para os homens de Noale.

Para Smith, foi o primeiro ponto do Campeonato do Mundo desde Misano 2.

O jovem de 29 anos, natural de Oxford, foi um décimo forte no Warm Up:

“Fui o décimo piloto mais rápido em termos de velocidade, mas tive os mesmos problemas que na maioria das corridas.”

Smith não poupa críticas à equipa da Aprilia e ao limitado desenvolvimento: “Raramente trazemos peças novas para experimentar, e assim não conseguimos resolver os problemas. Espero que em 2021 se resolvam alguns destes problemas. Espero que os rapazes da equipa tenham algo encarreirado!”

A conclusão de Smith: “Esperemos que a aderência em Valência dure um pouco mais do que em Aragón. Cheguei a fazer um 1:48.7 min no início da corrida. Foi a décima volta mais rápida no final. Com o Petrucci, voltei ao grupo e ao top 10. Quando já lá estava, a moto começou a derrapar, e a partir daí não consegui fazer nada. Há algumas coisas a melhorar. Podemos tentar em Valência o dispositivo de fixação do amortecedor na fase de arranque que o Aleix já usa.”

Smith não tem ilusões: “A próxima coisa que podemos tentar é um re-design total da moto, mas estamos sempre a dizer da próxima vez, da próxima vez.”

5 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x