MotoGP/SBK: Andrea Dovizioso no topo e com recorde

Por a 23 Novembro 2017 18:07

Está encerrado mais um dia de trabalho no circuito de Jerez de la Frontera, que mais uma vez ‘meteu ao barulho’ pilotos de MotoGP e do Mundial de Superbikes num total de 25 motos em pista.

Tal como ontem o novo asfalto do circuito andaluz ajudou a que as marcas registadas durante o dia fossem muito interessantes e superassem os tempos da véspera. Depois de ontem ter sido Andrea Iannone e a Suzuki a ditarem o ritmo, hoje foi a vez de Andrea Dovizioso e a Ducati mostrarem as garras com a Desmosedici GP17, pois a nova máquina de Borgo Panigale só será estreada em 2018.

O piloto italiano foi o mais forte e com o registo de 1m37.663s bateu por quase 0.3s o recorde oficial da volta mais rápida de um protótipo de MotoGP ao circuito de Jerez, que data de 2015 e está na posse de Jorge Lorenzo, então aos comandos de uma Yamaha.

No segundo posto e a 0.155s da frente ficou Cal Crutchlow, que também deitou por terra o recorde oficial. O piloto britânico, que está a ser o responsável  em Jerez pelo desenvolvimento da nova RC213V devido à ausência de Marc Márquez e Dani Pedrosa, esteve ao ataque durante a tarde, mas não conseguiu bater Dovizioso que registou o seu crono durante a manhã.

Quanto a Jorge Lorenzo, quedou-se pela terceira posição e foi o último homem a entrar no segundo 37. Porém o piloto da Ducati ficou a 11 milésimos do seu recorde. À porta do segundo 37 ficou Andrea Iannone, que  foi o quarto mais veloz. O piloto da Suzuki, que hoje já teve em pista a companhia de Álex Rins, tirou mais de 0.2s ao seu tempo da véspera.

O top cinco ficou completo com Pol Espargaró, que mostrou novamente a boa competitividade da RC16. Espargaró quase que conseguiu baixar em um segundo o tempo obtido, nesta mesma pista, durante a qualificação do GP  de Espanha de 2017. Nota também para o bom andamento de Tito Rabat, sétimo no dia de hoje, que confirma a boa adaptação à Desmosedici GP17 da Avintia Racing. Nestes ensaios Rabat já ‘roubou’ mais de um segundo ao tempo que fez aqui durante a qualificação do GP de Espanha, então com a Honda da Marc VDS.

Quem também fez a sua estreia nos testes de Jerez foi Jack Miller, mas desta feita o piloto australiano teve um desempenho mais discreto quando comparado com o que fez na passada semana nos testes oficiais de Valência. Entre os estreantes hoje foi a vez de Franco Morbidelli superar Takaaki Nakagami com os dois pilotos a ficaram separados por 69 milésimos.

Palavra também para Álex Márquez que teve a oportunidade de rodar o dia  todo com a Honda da Marc VDS, que pertence ao lesionado Thomas Lüthi. Fica a proeza do piloto de Moto2 ter batido por mais de meio segundo o estreante Xavier Siméon, que vai estar em 2018 a tempo inteiro na classe maior.

Ainda em MotoGP nota para a ‘perninha’ que Eugene Laverty, piloto da Milwaukee Aprilia no Mundial de Superbikes, fez aos comandos da Aprilia RS-GP que pertence a Aleix Espargaró. Foi o regresso de Lavery aos comandos de um protótipo da classe maior, onde competiu entre 2015 e 2016.

No pelotão do Mundial de Superbikes o dia ficou marcado pelas ausências da Kawasaki Chaz Davies pelo que no final foi Marco Melandri a garantir a primeira posição.

Na classificação conjunta com os pilotos de MotoGP, o homem da Ducati quedou-se apenas pelo 15º lugar e ficou longe da excelente marca protagonizada ontem por Tom Sykes. Alex Lowes colocou a Yamaha no segundo posto num dia onde Leon Camier continuou a sua adaptação aos comandos da Honda CBR1000RR Fireblade SP2. O piloto britânico foi terceiro e exibiu melhorias significativas. Com o tempo obtido (1m39.797s), Camier sairia da sétima posição para a primeira corrida de 2017 das superbikes em Jerez. Nada mau tendo em conta os lugares por onde andou a Honda em 2017.

Destaque para o campeão do Europeu de Superstock 1000, Michael Ruben Rinaldi, que tomou a lugar de Chaz Davies e teve assim nova oportunidade de rodar com a Ducati Panigale R versão superbike.

Para amanhã está reservado o último dia de trabalho nesta longa semana em Jerez de la Frontera, que por sua vez também será o derradeiro antes do início da pausa de inverno.

Classificação:

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Destaque Homepage
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x