Endurance: A Honda nas 8 Horas de Suzuka, Parte 2

Por a 1 Maio 2020 16:00

As 8 Horas de Suzuka, criadas pela Honda em 1978, correm-se no Circuito Internacional de Suzuka, construído por Soichiro Honda em 1962, um autêntico Parque temático onde não falta uma roda gigante, restaurantes, hotéis e diversões.

A ERA SUPERBIKE V-TWIN: 2000-2003

Vencedores de 2000: Tohru Ukawa/Daijiro Kato, Honda Cabin VTR1000SPW

A Honda tinha uma máquina totalmente nova para a temporada de 2000, a VTR1000SPW bicilíndrico

em V, que se tornou o sexto vencedor diferente da marca nas 8 Horas, seguindo nas faixas de rodagem da RCB1000, RS1000, RS750R, RVF750 e RC45.

A estrela nesta corrida foi a estrela de GP Valentino Rossi, em parceria com Colin Edwards, estrela das SBK, numa Honda Castrol VTR1000SPW. Rossi assumiu a liderança na primeira hora, e depois caiu. Edwards estava a ripostar quando também caiu, depois de quatro horas, a terminar a corrida.

Nessa altura, Ukawa e Kato tinham-se estabelecido na liderança, que mantiveram até ao final, batendo o seu rival mais próximo por uma volta.

Rossi a caminho de vencer as 8 Horas de 2001 com Edwards

Vencedores de 2001: Valentino Rossi/Colin Edwards, Honda Cabin VTR1000SPW

Rossi tinha aprendido com a sua primeira corrida de resistência e desta vez andou perfeitamente, mais uma vez ao lado de Edwards. A dupla vencedora teve um duelo toda a corrida com a segunda VTR1000SPW Cabin de Tadayuki Okada e Alex Barros. O resultado estava em dúvida até aos instantes finais, Edwards levando a bandeira 14,2 segundos à frente do par Japo-Brasileiro.

O terceiro conjunto de Tohru Ukawa e Daijiro Kato ficou em quarto lugar, e perdeu o que seria um pódio todo Honda por apenas dez segundos.

Vencedores de 2002: Daijiro Kato/Colin Edwards, Honda Cabin VTR1000SPW

A VTR bicilíndrica em V conquistou a sua terceira vitória consecutiva nas 8 Horas e desta vez preencheu o pódio, um resultado importante na 25ª edição da prova, sempre patrocinada opela Coca Cola. Kato e Edwards venceram, após uma longa batalha com a segunda Honda VTR Cabin de Makoto Tamada e Tadayuki Okada.

Kato montou na última sessão, a sua primeira no escuro, o que foi complicado por um banho de chuva. O então campeão do mundo de 250 teve coragem bastante para cruzar a linha 25 segundos na frente. O terceiro lugar foi para a Honda VTR1000SPW Sakurai de Alex Barros e Yuichi Takeda, que estavam a uma volta depois de problemas nas fases iniciais, e depois reagiram brilhantemente para terminar a 48 segundos de Kato.

Vencedores de 2003: Yukio Nukumi/Manabu Kamada, Honda Sakurai VTR1000SPW

Este ano, a VTR1000 completou um feito único, completando a invencibilidade da máquina de quatro vitórias em 4 participações nas 8 Horas.

Nukumi e Kamada tiveram um duelo emocionante para a vitória, finalmente arrebatando a liderança na última hora, quando o seu rival principal teve problemas técnicos. A dupla japonesa completou a corrida uma volta à frente dos vice-campeões e duas voltas à frente de Takeshi Tsujimura e Shinichi Ito, montando uma Honda CBR1000RR Fireblade com as cores da F.C.C. TSR ZIP-FM; um sinal para o futuro da Honda nas 8 Horas.

A ERA DA SUPERBIKE INLINE-FOUR: 2004-PRESENTE

Tohru Ukawa foi outro múltiplo vencedor em Honda

Vencedores de 2004: Tohru Ukawa/Hyasu Izutsu, Honda Seven Stars CBR1000RRW

Mais uma impressionante viagem do piloto de MotoGP Ukawa. Esta foi a primeira vitória da Honda com uma máquina 4-em-linha desde 1982 e o quarto sucesso de Ukawa, alcançado num terceiro tipo diferente de Honda, uma CBR1000RR Fireblade, depois de sucessos anteriores numa RC45 V4 e numa VTR1000 bicilíndrica em V.

Ukawa assumiu a liderança na primeira hora e estabeleceu um ritmo fulgurante com o colega de equipa Izutsu para garantir que nunca fossem ultrapassados. Terminaram uma volta à frente dos seus rivais mais próximos, com Toshiyuki Hamaguchi e Shogo Moriwaki a ocuparem o último lugar do pódio na sua Honda Weider Gakuen CBR1000RR. A CBR1000RR dominou a corrida, com nada menos que oito das máquinas no top 10 final!

Vencedores de 2005: Ryuichi Kiyonari/Tohru Ukawa, Honda Seven Stars CBR1000RRW

Na Europa, há muito que patrocínios de tabaco estavam banidos, mas no Japão continuavam, com marcas como a Cabin e agora a Seven Stars a aparecer. Mais uma vitória histórica para a Honda, o 20º sucesso da companhia nas 8 Horas, uma quinta vitória recorde para Ukawa e para a CBR1000RR Fireblade, monopolizando as seis primeiras posições finais.

Kiyonari e Ukawa foram a força dominante, vencendo pela enorme margem de três voltas. Chris Vermeulen e Katsuaki Fujiwara completaram um impressionante 1-2 para a Honda Seven Stars, uma volta mais abaixo.

Vencedores de 2006: Takeshi Tsujimura/Shinichi Itoh, Honda CBR1000RR F.C.C. TSR ZIP-FM

A décima vitória consecutiva da Honda nas 8 Horas, e mais um 1-2 para a Fireblade, com Tsujimura e Ito a liderarem a primeira hora, caindo depois para trás da CBR1000RR da Toy Story RT HARC-PRO de Yoshiteru Konishi e Takashi Yasuda. À medida que a corrida passava a meia distância, Tsujimura e Ito retomaram a liderança e mantiveram a vantagem até à bandeira. Havia sete máquinas CBR1000RR no top nove.

Vencedores de 2008: Ryuichi Kiyonari/Carlos Checa, Honda Dream CBR1000RR

O Vencedor do Mundial de Superbike e piloto da Honda 500 em GP Checa associou-se a Kiyonari para a segunda vitória da estrela japonesa em quatro anos. A corrida foi cheia de drama, com Kiyonari a passar para a frente na segunda volta, apenas para perder a liderança quando o vencedor de 2006, Shinichi Ito, avançou na CBR1000RR F.C.C. TSR que partilhava com Takeshi Tsujimura. Mas então Ito despistou-se e logo depois um aguaceiro atingiu a pista, causando mais acidentes. Kyonari e Checa recuperaram a vantagem nas condições complicadas.

O futuro vencedor na MotoGP Cal Crutchlow terminou em sexto lugar, partilhando uma CBR1000RR Moriwaki Motul com Tatsua Yamaguchi.

Vencedores de 2010: Ryuichi Kiyonari/Takumi Takahashi, Honda CBR1000RR Musashi RT HARC-PRO

As CBR1000RR dominaram mais uma vez, monopolizando o pódio depois de mais uma corrida emocionante. Kiyonari e Takahashi tiveram uma grande batalha pela liderança com equipas de fábrica rivais, estabelecendo um ritmo imbatível que deu a Kiyonari a sua terceira vitória nas 8 Horas. No final da corrida, os vencedores tinham uma vantagem clara de uma volta sobre Shinichi Ito e Makoto Tamada, estes montando uma CBR1000RR Keihin Kohara. Kosuke Akiyoshi e Jonathan Rea conquistaram o terceiro lugar, após uma impressionante reviravolta vindos do 42.º lugar.

Vencedores de 2011: Kousuke Akiyoshi/Shinichi Ito/Ryuichi Kiyonari, Honda CBR1000RR F.C.C. TSR

Akiyoshi e Kiyonari marcaram uma excelente vitória, recuperando soberbamente de uma pequena queda nos primeiros instantes para chegar ao final 38 segundos à frente dos seus rivais mais próximos. O resultado deu a Ito e Kiyonari a quarta vitória das 8 Horas, colocando-os em igualdade com a pontuação de Wayne Gardner e a uma do recorde de Tohru Ukawa, com cinco triunfos. Esta vitória foi particularmente significativa para Ito, contestando a última temporada de uma ilustre carreira. O pódio foi concluído pelo jovem Takumi Takahashi e pelos veteranos companheiros de equipa Makoto Tamada e Tadayuki Okada, que também terminaram na mesma volta que os vencedores.

Vencedores de 2012: Jonathan Rea/Kousuke Akiyoshi/Tadayuki Okada, Honda CBR1000RR F.C.C. TSR

Esta edição marcou o começo das equipas de 3 pilotos, até então reservadas para as provas de 24 Horas. Uma corrida verdadeiramente histórica para a Honda, pois a empresa obteve a sua 25ª vitória na 35ª iteração da prova. O sucesso de Rea foi o primeiro de um piloto britânico nas 8 Horas, o terceiro para o ex-campeão de Superbike do Japão Akiyoshi e também o terceiro para o veterano Okada, 17 anos depois da sua primeira vitória em 1995, a bordo de uma RVF750! Rea e os seus companheiros de equipa terminaram umas impressionantes quatro voltas à frente dos segundos classificados Tatsuya Yamaguchi, Yuki Takahashi e Yusuke Teshima, montando uma Honda CBR1000RR Toho Moriwaki.

Vencedores de 2013: Takumi Takahashi/Leon Haslam/Michael van der Mark, Musashi RT HARC-PRO Honda CBR1000RR

Takahashi, Haslam e Michael van der Mark tornaram-se os primeiros tri-campeões das 8 Horas, obtendo a quarta vitória consecutiva para a CBR1000RR no final de uma corrida tensa. No início da última hora, o trio anglo/japo/holandês manteve uma vantagem estreita de sete segundos sobre os seus rivais mais próximos. Takahashi, antigo campeão do Japão de 250cc, fez a última sessão, durante a qual a pista foi tornada traiçoeira pela chuva. Pilotou soberbamente, aumentando a vantagem da sua equipa para 1 minuto e 51 segundos à bandeira.

Vencedores de 2014: Takumi Takahashi/Leon Haslam/Michael van der Mark, Honda CBR1000RR Musashi RT HARC-PRO

Uma famosa vitória consecutiva de Takahashi, Haslam e van der Mark deu à CBR1000RR a sua quinta vitória consecutiva nas 8 Horas de Suzuka. O sucesso da equipa Musashi RT HARC-PRO foi impressionante, porque as condições meteorológicas foram atrozes durante grande parte da corrida, que começou uma hora depois de uma tempestade feroz ter atingido Suzuka na manhã da corrida. Houve inúmeros acidentes à medida que a chuva ia e vinha, com o carro de segurança acionado quatro vezes. A equipa Honda F.C.C. TSR de Kohsuke Akiyoshi, Jonathan Rea e Lorenzo Zanetti foram os mais azarados, quando Akiyoshi caiu ao fim de quatro horas, perdendo uma vantagem de uma volta.

Com o lançamento da nova CBR1000RR-R Fireblade, a Honda procurará aumentar ainda mais a sua pontuação de 27 vitórias nas 8 Horas Suzuka, que começaram com  a RS1000 de 1981.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Velocidade
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x