SSP300, Estoril: Buis primeiro Holandês campeão em SSP300

Por a 17 Outubro 2020 19:29

Após o confronto entre dois holandeses para o título, Buis e Deroue dar o veredito ao primeiro, uma coisa é certa: o futuro da Holanda no motociclismo parece novamente de boa saúde

Pela primeira vez na curta mas vibrante história do Campeonato do Mundo de Supersport 300, houve um campeão holandês.

Entrando na última ronda da temporada no Circuito de Estoril, já era garantido que haveria um campeão holandês, já que só Jeffrey Buis (MTM Kawasaki Motoport) ou o seu companheiro de equipa e compatriota Scott Deroue estavam na batalha pelo título, tendo estado à frente do jogo nas últimas duas rondas.

No entanto, nos últimos metros da Corrida 1, no Estoril, Buis conseguiu puxar dos pergaminhos para conseguir uma impressionante vitória no Campeonato, ao terminar em sexto, colocando Deroue em linha.

No entanto, a Holanda já teve muito sucesso antes deste primeiro título na classe; seis pilotos diferentes no pódio e três vencedores diferentes, os holandeses têm sido um dos países com melhor desempenho na classe, juntamente com a Espanha, que até este ano tinha tomado todos os títulos.

De resto, Deroue foi o primeiro vencedor do país e da classe na primeira corrida de sempre na história do Campeonato, em MotorLand Aragón em 2017. Na verdade, venceu os dois primeiros encontros, vencendo em casa em Assen, à frente do compatriota Glenn van Straalen para o primeiro 1-2 holandês, algo que já aconteceu mais quatro vezes desde então.

Não é só nas SSP300 que a Holanda tem tido sucesso, no entanto. Michael van der Mark é o exemplo brilhante de que o país do norte da Europa pode trazer talento através das fileiras das corridas de motociclismo. Foi campeão holandês de 125 em 2008 e 2009, enquanto três anos depois, foi campeão da Europa de STK600 e, a partir daí, entrou no mundo do Supersport. Em 2014, foi Campeão na classe e depois, em 2015, subiu à SBK como estreante. Desde 2018, tem sido um vencedor em cada temporada, mas no seu velório, deixou um caminho para os próximos heróis holandeses seguirem.

Antes dele, nos primórdios do campeonato, tinha andado o simpático Jeffry DeVries, que embora conquistasse um pódio numa prova particularmente inspirada em casa em Assen, era um privado e tinha pouca hipótese de lutar por vitórias… E depois há o panorama mais amplo dos holandeses bem-sucedidos no mundial, incluindo o MotoGP.

Um dos nomes dos últimos 30 anos foi Wilco Zeelenberg, que conseguiu a primeira vitória na classe de 250 em 1990 e foi um conquistador do pódio ao longo da década de 1990, antes de vencer uma corrida SSP no primeiro ano do Campeonato em Monza, 1999. Antes de Zeelenberg, houve como Jack Middleburg, Will Hartog, o primeiro vencedor holandês na classe rainha em 1977 e Boet van Dulmen.

No entanto, embora a história seja majestosa, o futuro é excitante e, depois de alguns anos de distância, os holandeses estão novamente a levar a sério em termos de produção de talentos de primeira classe em todo o mundo. Nas SSP300, Koen Meuffels (MTM Kawasaki Motoport) foi vencedor de corridas e, em 2020, encontrou boa forma enquanto em anos passados nas SSP, foi Rob Hartog, (47 acima) por sua vez sobrinho de outro Holandês campeão, Will Hartog, quem levou a bandeira holandesa a uma forte exibição. Com o mais recente campeão holandês, Jeffrey Buis, agora coroado no Estoril, quem sabe o que o futuro reserva para a Holanda no paddock das SBK?

Mais vitórias, novos Campeões e conquistas históricas para a próxima geração?

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Supersport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x