Endurance: 24 Horas de Spa estão de regresso

Por a 14 Maio 2019 15:54

Novo impulso no Mundial de Resistência, que desde que o Eurosport Events assumiu a sua promoção em 2015, tem vindo a ganhar um carácter mais internacional, deixando de lado a sua costela francesa que foi imagem de marca durante muitos anos.

Hoje ficámos a saber que no início de junho de 2022, ou seja na temporada de 2021/2022, teremos o regresso ao calendário de uma das grandes clássicas da resistência mundial. Falamos das 24 Horas de Spa também conhecidas como as 24 Horas de Liège. O acordo foi celebrado entre os responsáveis da pista belga e o Eurosport Events.

Este será um evento que marcará o regresso das corridas de motociclismo ao circuito de Spa-Francorchamps, algo que já não sucede desde 2003.  Está assim dado o mote para o igualmente desejado regresso da pista das Ardenas ao Mundial de MotoGP, o que a acontecer será mais ou menos dentro deste período temporal da prova do Mundial de Resistência. Para tal estão planeadas obras de melhoramento do complexo desportivo, onde o destaque vai naturalmente para a melhoria das condições de segurança para provas de motos do mítico circuito belga.

Quanto às 24 Horas de Spa, estas terão a particularidade de ter o seu início e conclusão de noite, algo nada habitual nas provas de resistência que por duas vezes dão a volta aos ponteiros do relógio. Segundo as informações reveladas, tudo terá início às 22 horas locais, isto logo após o cair da noite, atendendo à fase do ano em que a festa acontecerá.

Outra particularidade desta nova versão da corrida belga, prende-se com o facto da prova arrancar a uma sexta-feira e terminar a um sábado, fugindo assim ao tradicional fim de semana. O dia de domingo ficará reservado para os adeptos poderem rodar no circuito de Spa com as suas próprias motos e junto dos pilotos que fazem parte do Mundial.

De referir ainda que as 24 Horas de Spa fizeram parte do calendário do Mundial de Resistência entre 1973 e 2003, sendo que em 1999 a vitória cantou-se em português com o Team Suzuki Shell. Formação liderada por Pedro Ribeiro e que teve como pilotos Telmo Pereira, Michel Graziano e Bruno Bonhuil.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Velocidade
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png