Endurance, 12 Horas Estoril: A Honda, tecnicamente falando

Por a 24 Setembro 2020 16:00

Com uma palmarés impressionante no Mundial que se estende aos gloriosos anos 70 e às vitórias de Christian Leon e Jean Claude Chemarin com as Bol D’Or e depois a Alex Vieira, já com as RVF, a Honda France joga forte no Mundial de 2020, estando na segunda posição a 40 pontos da Suzuki.

Como aquela, também na TSC FCC Honda France, que estava em segundo lugar nos treinos livres de hoje com um melhor tempo de 1:39.317, e é teoricamente uma equipa japonesa, há parcerias que parecem já parte da história.

A ciclística da Fireblade oficial recorre às suspensões Showa com reservatório remoto, com pneus slick Bridgestone Battlax V02, esta uma parceria recente, travagem por pinças radiais Nissin, corrente RK Takasago, e peseiras TSR.

As mesas de direcção são ultra finas, espaçadas para facilitar a mudança das rodas, bem como os avanços facilmente destacáveis em caso de queda e os garfos dão equipados com direcionadores de alumínio que facilitam a reposição das rodas em segundos.

Do lado motor, com o quase inevitável sistema de escape Akrapovic em titânio, a FCC é um conhecido fabricante de peças de Kit em magnésio, como tampas, cestos de embraiagem e outras do género, que potenciam o Kit HRC da CBR1000RR-R complementado por electrónica 2D.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x