CNV, Superbike: Ano em cheio dá terceiro título a Ivo Lopes

Por a 27 Outubro 2020 17:00

Ivo Lopes tornou-se em 2020, ao renovar pela segunda vez o seu título nacional de Superbike, uma espécie de Jon Rea português, para quem um resultado mau é ser segundo.

O piloto da BMW Portugal ENI ganhou o número máximo de provas, sete de 12 possíveis, tendo as outras vitórias ido para Pedro Nuno na Yamaha Target no Estoril II, Tiago Magalhães na prova de fecho de edição disputada com o piso molhado e as duas primeiras do ano para o ilustre visitante Miguel Oliveira, com Broc Parkes a ter uma vitória isolada na prova que usou para treinar antes das 12 Horas do Estoril.

Em termos de consistência teríamos que mencionar Romeu Leite que andou sempre nos lugares a seguir ao pódio na sua Yamaha R1 e a grande melhoria de Ricardo Lopes em Kawasaki na fase final do campeonato,  também ajudada pela ausência de André Pires, que ficou sem budget a meio…

Infelizmente, e motivado por atrasos nas entregas perante a Pandemia, só vimos as BMW da Zanza Racing a partir do meio do campeonato com Rui Marto a conseguir igualmente o seu melhor resultado de quarto na última prova da época e Gonçalo Ferreira, entretanto ausente, a pontuar só uma vez em Portimão.

Com 21 pilotos a pontuar, é de esperar que este campeonato tenha continuidade para o ano e que os pilotos encontrem apoios para conseguir fazer a época em pleno!

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Nacional Velocidade
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x