O “Neck Brace” reduz em 82% a probabilidade de uma lesão cervical

Por a 25 Abril 2019 22:16

Uma empresa de assistência médica desportiva nos EUA fez um estudo sobre a eficácia da proteção dos “Neck Braces”. Partilhamos consigo as conclusões que foram retiradas com base numa amostra de 9.430 acidentes ocorridos nos últimos 10 anos em provas de Motocross, Enduro e Todo o Terreno.

Conclusão 1: uma lesão cervical muito grave é 89% mais provável de acontecer se o piloto não estiver a utilizar um “Neck Brace”

Conclusão 2: morrer devido a uma lesão cervical muito grave é 69% mais provável de acontecer se o piloto não estiver a utilizar um “Neck Brace”

 

Conclusão 3: uma lesão cervical (não muito grave) é 75% mais provável de acontecer se o piloto não estiver a utilizar um “Neck Brace”

Conclusão 4: sofrer uma fractura da clavícula é 45% mais provável de acontecer se o piloto não estiver a utilizar um “Neck Brace”

 

Conclusão 5: lesões cervicais sofridas sem “Neck Brace” são mais graves e requerem maiores cuidados médicos

Conclusão 6: uma lesão cervical (qualquer que seja a gravidade) é 82% mais provável de acontecer se o piloto não estiver a utilizar um “Neck Brace”

 

 

(Fonte: Cycle News)

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas TT
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png