CNTT, Baja TT Montes Alentejanos: Trio de ataque nas duas rodas

Por a 16 Fevereiro 2022 21:42

Nas duas rodas e depois de um forte domínio de António Maio em 2021 dois pilotos apresentam-se com argumentos para fazer frente ao capitão da GNR. O regressado Martim Ventura e Gustavo Gaudêncio que havia regressado no ano passado e fez uma temporada fantástica, sagrando-se vice-campeão nacional e campeão TT1.

Ambos irão passar a competir na Classe TT2 dispondo de máquinas com argumentos idênticos a António Maio, o primeiro de Yamaha tal como o campeão nacional e o segundo de Honda mantendo a sua ligação à equipa Bianchi Prata.

Enquanto se aguarda pelo regresso de Bruno Santos ainda a recuperar da lesão originada pela queda no Rali de Marrocos, está de regresso ao CNTT o campeão de 2019 Daniel Jordão, agora aos comandos de uma Husqvarna apoiado pela Momento TT a mesma equipa que tem apoiado Bruno Santos.

Em Beja estarão os irmãos David e Bernardo Megre

O primeiro campeão TT3 aposta em fazer a totalidade do campeonato, mas o mesmo não é certo para o mais novo dos Megre. Incerto também é por enquanto o projeto desportivo de Mário Patrão que no Dakar venceu entre os veteranos.

Sejam eles veteranos, jovens ou meio termo, os últimos dois anos e apesar do Covid trouxeram para o CNTT um significativo número de novos pilotos que elevaram e de que maneira a competitividade do campeonato. Fábio Magalhães, Micael Simão, os irmãos Gonçalo e Salvador Amaral, Paulo Santos, João Duarte, Oscar Teixeira, Miguel Castro, André Sérgio e Filipe Fragoso são nomes que nos habituámos a citar de uma forma regular. Nem todos marcarão presença no CNTT em 2022 ou pelo menos de forma regular, mas é expectável que surjam outros dos muitos nomes novos que fazem parte dos inscritos para a prova alentejana de abertura da temporada.

Quads: Crescimento saudável

Quando há três ou quatro anos atrás houve provas que não reuniram o número mínimo de cinco participantes para que a corrida fosse pontuável para o campeonato de Quads chegou-se a vaticinar o fim de uma disciplina extremamente espetacular e que tão bom piloto viu crescer.

O certo é que pelas mais variadas razões a disciplina reergueu-se e em Beja estarão mais de duas dezenas de Quad à partida da Baja Montes Alentejanos. Sem o campeão a defender o título e sem que existe um outro campeão a disputá-lo é certo que o campeão 2022 seja ele que for será uma novidade. Luís Fernandes é o nome que se perfila com maior ambição, mas a presença de João Vale garante desde já disputa pela vitória. Fábio Ferreira e o campeão júnior e terceiro classificado em 2021 Rafael Carvalho são outros nomes a reter.

CALENDARIO

Serão sete as provas do CNTT em 2022, todas elas repetentes face a 2021 sendo que cinco se realizam em conjunto com a competição auto.

  • 18/20 de fevereiro      Baja Montes Alentejanos
  • 26/27 de março          Raid TT Góis
  • 22/24 de abril  Raid TT Ferraria
  • 6/8 de maio     Baja do Oeste                                                                                                            
  • 27/29 de maio Baja de Loulé
  • 23/25 de setembro     Baja Sharish Reguengos de Monsaraz
  • 27/29 de outubro        Baja Portalegre 500
0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x