MotoGP, 2022, Francesco Guidotti (KTM): “Temos de investigar a vibração dos pneus traseiros”

Por a 1 Maio 2022 22:06

A equipa austríaca da KTM viveu um fim-de-semana azíago no circuito de Jerez de La Frontera, com o dispositivo de altura da moto de Miguel Oliveira a não funcionar na qualificação (pela segunda vez) e vibrações na roda traseira ao longo da corrida, tanto na RC16 do português como na de Brad Binder. Problemas a mais, para um fabricante que quer ser competitivo no MotoGP, que chegou a liderar a classificação de construtores e que agora está a andar para trás.   

O que disse Francesco Guidotti sobre isto: “Um fim-de-semana estranho”, comentou o novo chefe de equipa da Red Bull KTM. “As coisas correram bem na sexta-feira, mas falhámos o Q2 e a partir daí as coisas foram mais difíceis a partir da metade de trás da grelha. É possível recuperar alguma posição, mas não o suficiente para estarmos onde queremos estar no final da corrida.”

Sobre os problemas que afectaram a KTM RC16 ao longo do fim-de-semana, Guidotti não adianta muito.  “Temos também de investigar a vibração dos pneus traseiros. Tivemos um Top 10 e queremos mais; não estamos aqui para isso. Amanhã temos algumas coisas interessantes à nossa frente. Sinto que não estamos muito longe”.

Declarações parcas para uma formação onde os problemas se avolumam como abelhas no mel, e que em apenas seis corridas desceu de primeiro para o quinto lugar na classificação de equipas!

5 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x