MotoGP, 2021: Chefes da KTM esperam que Oliveira dispute o Mundial

Por a 18 Fevereiro 2021 13:00

O CEO da KTM, Stefan Pierer, e o CEO da KTM, Hubert Trunkenpolz, esperam que os pilotos da KTM Factory Racing das duas equipas de MotoGP lutem pelo título mundial de pilotos de 2021

“Não construímos uma MotoGP radicalmente nova para 2021, mas melhorámos muitos componentes de acordo com os regulamentos… mas ninguém tem de ter medo da KTM

Pit Beirer

Na equipa da Red Bull, como é sabido, Miguel Oliveira junta-se a Brad Binder este ano.

Na satélite Tech3, Danilo Petrucci assumiu o seu lugar, enquanto Iker Lecuona inicia a sua segunda temporada de MotoGP aos 21 anos.

No entanto, a KTM perdeu todas as vantagens da “equipa com concessões” devido aos lugares do pódio em agosto.

Os austríacos já não estão autorizados a utilizar mais dois motores por piloto (em 2020 eram sete em vez de cinco) do que as outras equipas e o desenvolvimento do motor permanecerá congelado até ao final de 2021.

Mesmo os testes privados ilimitados com os pilotos regulares já só são permitidos à Aprilia.

No entanto, o designer de motores KTM Kurt Trieb já elevou a vida útil dos motores RC16 a um nível impressionante no ano anterior.

Pol Espargaró, Brad Binder e Iker Lecuona passaram pelo Grande Prémio com seis motores, e só Oliveira precisou de sete.

“Temos o mesmo conceito de moto que 2020 e nada radicalmente novo no motor “, explica Pit Beirer, diretor de desportos motorizados da KTM. “Modificámos algumas partes, mas não construímos um modelo completamente novo para 2021. Talvez algumas lacunas nos regulamentos permitam mais liberdade. Mas primeiro, precisas da mão de obra necessária. Além disso, acordámos com os nossos concorrentes que todos limitaremos o desenvolvimento a um formato significativo e não desperdiçaremos demasiado material útil do ano anterior. É por isso que não aproveitámos esta fase para obter uma vantagem. Há muitos componentes que não são homologados, que também são alterados e melhorados por todos os outros fabricantes. Por isso, investimos muito trabalho de desenvolvimento nas motos para 2021. Condensámos todas as experiências de 2020 na nova moto, mas não há motor completamente novo.”

Lembrar que são possíveis atualizações na electrónica e no chassis, incluindo a aerodinâmica.

A KTM já alcançou três vitórias em MotoGP e três pole positions em 2020, bem como o terceiro lugar no Mundial de equipas, derrotando pela primeira vez a Honda no Campeonato do Mundo de Fabricantes.

No Campeonato do Mundo de Pilotos, Pol Espargaró terminou em 5º lugar, empatado em pontos com Dovizioso.

Os rivais têm de ter muito medo da KTM este ano?

Pit Beirer: “Ganhámos três Grandes Prémios no ano passado, um sucesso que não esperávamos. Ainda estamos felizes com isso. É uma consequência lógica do nosso trabalho de evolução que o nosso projeto de MotoGP está a tornar-se cada vez mais completo. Nesta classe, nenhuma vitória vem por acaso, muito menos uma segunda e uma terceira. Por isso temos de ampliar a nossa base e é isso de que estamos a cuidar todos os dias. Estou muito confiante. Iniciámos este projeto com um punhado de técnicos, e agora o MotoGP emprega cerca de 100 pessoas. Este grupo tinha que se conhecer primeiro; Entretanto, tornámo-nos uma equipa forte. Agora estamos a repetir, o que nos torna melhores e mais estáveis. Nos primeiros três ou quatro anos de MotoGP, enfrentámos novos desafios todos os dias que ninguém na fábrica tinha enfrentado antes. Agora temos uma boa base e uma plataforma estável.”

“Ganhámos a última corrida da temporada, e nenhuma fábrica pode trazer uma nova geração de motos para a pista”, diz Pit.

“É por isso que devemos estar bem preparados, e sinto-me bem com os quatro pilotos. As motos e a equipa técnica, que é muito valiosa, tudo está pronto. Agora também temos experiência com o calendário em termos de construção das motos no inverno e as datas de frete para os primeiros testes no exterior. É uma diferença como do dia para a noite, quando comparo isso com o passado, com 2017 ou 2018. Nessa altura houve pânico quando a equipa teve de partir para Sepang. Agora tudo está a acontecer sistematicamente e de acordo com o plano, estamos bem preparados para a próxima temporada. Posso prometer boas coisas… Mas ninguém tem que ter medo de nós!”

4.3 4 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x