MotoGP,2021: Rins irritado com quedas

Por a 19 Maio 2021 16:00

Alex Rins ficou furioso com uma segunda queda que o baixa ainda mais no campeonato e pediu desculpas à equipa Suzuki

 “Foram erros estúpidos” Alex Rins

O piloto da Suzuki Alex Rins despistou-se duas vezes na corrida de Le Mans e por isso saiu sem pontuar pela terceira vez consecutiva. O atual duodécimo no campeonato mundial não se desencoraja, contudo, e declara-se combativo.

Alex Rins passou do nono para o décimo segundo lugar na classificação do campeonato com o seu terceiro zero consecutivo.

O espanhol sofreu dois acidentes na corrida à chuva de Le Mans, a primeira vez na curva 4 logo após ter trocado de moto, e algumas voltas mais tarde foi apanhado na curva 3 de novo e desistiu mesmo.

“Foi uma verdadeira pena que tenha chovido tanto, porque eu tinha dito à minha equipa no dia anterior que me sentia confortável no seco e que poderia ter terminado no pódio. Também tive uma partida perfeita na corrida e consegui o impossível. Apanhei quatro tipos na primeira volta e mudei para a outra moto tão rapidamente que ganhei outra posição. E depois aconteceu este estúpido acidente”, explicou o piloto da Suzuki.

Rins já tinha caído em Portimão

“É verdade que estou a ter muitos acidentes esta época, parece que estou a passar por todos os acidentes de que me salvei no ano passado. Não sei porque é que isso acontece. Trabalhamos muito e eu também treino muito para estar em boa forma”, suspirou o jovem de 25 anos de Barcelona.

“Tenho de pedir desculpa à equipa porque conseguimos melhorar muito a moto aqui. Sinto-me mais forte e em Le Mans sempre lutámos com dificuldades um pouco no passado, mas desta vez no seco fomos rápidos desde o início. Melhorámos muito a moto, são apenas erros estúpidos que acontecem,” Rins foi auto-crítico.

Ao mesmo tempo, sublinhou que não está desencorajado com a maré de azar.

“É difícil em momentos como este, é claro, quando se vê os rapazes da equipa. Estamos a atravessar um período difícil e as quedas nas últimas corridas são um remédio amargo. Para mim, claro, também é difícil, mas mesmo assim irei a Mugello com a mesma força e tentarei lutar lá, porque é tudo o que podemos fazer neste momento”, esclareceu o 15 vezes vencedor em GP.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x