MotoGP, Andaluzia: Após queda em Jerez, Miguel Oliveira não desanima

Por a 26 Julho 2020 17:42

O Grande Prémio da Andaluzia acabou em tristeza e deceção para todos que seguem Miguel Oliveira, ao ver o piloto da KTM excluído da melhor hipótese que tem tido de um lugar excelente numa prova de MotoGP, quem sabe, até, vistas as dificuldades dos homens da frente nas última voltas numa pista onde Miguel é muito forte, num pódio…

Depois da queda, Miguel Oliveira, felizmente ileso, comentou:

“Foi dececionante acabar assim o fim de semana, sem dúvida. Depois de ver a corrida, podia ter facilmente ficado no top cinco ou mesmo no pódio, arrisco dizer.”

Ao contraio do que os céticos possam pensar, esta hipótese não é de todo descabida, pois dado o extremo calor e o seu efeito nos pneus e no físico dos pilotos, os homens do pódio disputaram a corrida a um ritmo entre os 1:38 e 1:39, marcas facilmente ao alcance de Oliveira, que até no primeiro Treino Livre fizera 1:37,492…

O piloto continuou: “É desapontante nem poder começar a corrida por causa de um incidente na primeira curva. Tive azar mas não havia nada que pudesse fazer para evitar a queda. Foi logo na primeira curva, todos querem ganhar posições por isso é normal que por vezes nos enganemos nos pontos de travagem e estamos demasiado otimistas. Mas temos mais dez corridas este ano, não é o fim do mundo. Tiramos daqui as coisas boas deste fim de semana e vamos continuar assim na próxima corrida.”

Sem pontos desta segunda corrida de Jerez, Oliveira está agora na 13ª posição do Campeonato, com os 8 pontos da anterior- um começo forte de campeonato, olhe-se como se olhar!

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x