MotoGP, Jerez: Puig reage ao GP de Espanha

Por a 21 Julho 2020 14:30

Alberto Puig deu a sua opinião sobre a corrida de abertura do MotoGP de 2020, que viu Marc Márquez cair e Alex Márquez terminar em 12º

No rescaldo do dramático Grande Prémio Red Bull de Espanha, o diretor de equipa da Honda Repsol, Alberto Puig, falou sobre a corrida de Marc Márquez e das novidades mais recentes sobre a sua condição.

Qual era a estratégia para a corrida em Jerez?

“A estratégia era começar bem e tentar liderar toda a corrida até ao fim. Foi o que aconteceu até o Marc sair da pista depois de umas voltas. Não esperávamos isso. A prioridade para o Alex era terminar a corrida e a sua segunda prioridade era terminar perto do grupo de pilotos que estavam à sua frente a lutar pelos pontos. É um bom resultado para a sua primeira corrida e estamos todos satisfeitos por ele.”

Quais são os pontos positivos e negativos após a corrida?

“Bem, o ponto negativo é óbvio, a lesão do Marc. Isso é muito negativo. Quando se tem um piloto lesionado, quase não há nada positivo. Mas portro lado, todos vimos e compreendemos o nível do Marc. No Qatar, havia algumas dúvidas sobre o desempenho doarc. Agora está claro que não há uma única dúvida sobre isto. A sua RC213V e o próprio piloto estão claramente dois passos à frente. Não era só um pouco mais rápido, era muito mais rápido que todos os outros. A diferença, goste-se ou não, é que ele está a melhorar ano após ano.”

Como foi ver a corrida da pitlane?

“Quando o Marc saiu da pista, precisei de duas voltas para recuperar a concentração. Mas vimos que ele ia apanhar todos os pilotos que tinha à sua frente. Se tivesse tido mais quatro ou cinco voltas, podia ter apanhado o Quartararo, já que o Marc ia um segundo mais rápido por volta. Sabemos que tipo de piloto temos. No domingo, uma vez mais, mostrou quem é. Mas agora está lesionado e tem de descansar, concentrar-se em curar o braço e quando estiver pronto, voltar a lutar pela vitória. Estas coisas acontecem quando se é Marc Márquez, ele faz coisas excecionais. Não tem nada a lamentar; a nossa equipa tem um enorme respeito e admiração pelo que faz.”

Mais algum comentário além da declaração oficial?

“Foi um fim-de-semana muito estranho, sem adeptos nas bancadas e no paddock, mas adaptámo-nos a essa situação. Os organizadores fizeram um bom trabalho com o protocolo de prevenção do coronavírus. Todos seguimos as regras e todos estão a salvo no paddock. A equipa da Honda Repsol e a HRC fizeram muito bem a preparar tudo e mudar as nossas rotinas para se adaptarem às instruções da Dorna. Quero expressar mais uma vez a minha gratidão a todos os nossos patrocinadores, amigos e àqueles que continuaram a apoiar-nos durante este tempo em que não fomos capazes de competir. Agora enfrentamos o desafio da lesão do Marc, mas isto é uma corrida, somos uma equipa forte e de alguma forma vamos ultrapassar isto.”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Moto GP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x