MotoGP, Fabio Quartararo: “Não tenho expectativas no momento”

Por a 8 Junho 2023 21:13

“Prefiro não apontar alto, porque se o fizer posso ficar muito desapontado com o resultado”. Disse esta quinta-feira um Fabio Quartararo com a desilusão estampada no rosto.

FOTOS MPSAGENCY

Após as experiências falhadas, Fabio Quartararo insiste em não testar mais modificações na sua M1 para os próximos três Grandes Prémios: Mugello, Sachsenring e Assen. “Durante os primeiros cinco fins-de-semana tentámos sempre descobrir qual a versão da nossa moto que era a melhor – para cima e para baixo, para trás e para a frente,” disse Quartararo em Mugello esta quinta-feira. “Mas no final descobrimos que tudo o que tentamos não funcionou muito bem. Já em Jerez, a minha equipa queria continuar com o acerto dos anos anteriores, mas os engenheiros queriam tentar um pouco mais. Mas em Le Mans decidimos voltar ao que sabemos.” Disse o francês campeão do mundo em 2021, prosseguindo:

“Tivemos uma reunião e quero esta moto para as próximas três corridas. Isso será seguido por uma pausa de seis semanas, durante as quais teremos tempo para realmente pensar sobre isso. Mas quero ter a mesma moto por pelo menos três corridas. Talvez não seja o melhor, mas pelo menos sabemos disso.”  Questionado se isto não será um passo atrás, Fabio respondeu: “Claro que é frustrante no início porque testamos tantas coisas na pré-temporada que nunca experimentei antes – quadro, motor, aerodinâmica. O fato de não usarmos nada disso é frustrante. No teste de Jerez, tivemos coisas novas várias vezes e não usamos nenhuma delas. Claro que é frustrante, mas temos que focar no que temos e fazer o nosso melhor”. Admitiu o francês de 24 anos. “Também será bom para a minha confiança ter a mesma moto nessas três corridas consecutivas. Talvez não seja a melhor solução, mas pelo menos conheço a moto e vou ter de me adaptar ao que tenho.”

Os resultados de Quartararo em Mugello são muito promissores: venceu a partir da pole position em 2021 e no ano passado foi segundo, atrás de Bagnaia. Porém, isso não lhe parece acrescentar qualquer confiança para o GP da Itália de 2023. “Para ser honesto, não tenho expectativas no momento. Claro que a expectativa é sempre fazer o melhor possível, mas por enquanto é tentar ficar nas três primeiras filas no sábado. Nem penso no domingo e nos resultados das corridas. Mas a única vez que me saí razoavelmente bem na qualificação de Austin foi uma boa largada e um pódio.  Acho bom ser realista e dar o meu máximo sem prescrever um resultado específico. Até porque se o fizer posso ficar muito desapontado com o resultado”, concluiu o ponta-de-lança da Yamaha.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
This site uses User Verification plugin to reduce spam. See how your comment data is processed.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x