MotoGP: Bezzecchi como Bastianini a fazer a ‘vida negra’ a Bagnaia

Por a 17 Maio 2023 21:25

Bagnaia teve o seu primeiro rival em 2022 em Enea Bastianini, hoje tem Marco Bezzecchi, o que significa que o campeão mundial continua a ter de lutar contra as Ducati do ano anterior.

Não temos qualquer dúvida que uma moto nova leva mais tempo a estar ‘au point’ que uma moto ganhadora do ano anterior. É o caso da Desmosedici GP23 de Bagnaia. Bezzecchi venceu o Grande Prémio de França, enquanto Pecco marcou o terceiro ‘zero’ pesado do ano em Le Mans. A Desmosedici independente de 2022 subiu ao degrau mais alto do pódio, a de fábrica voltou a ser batida, lembrando muito o que aconteceu com Bastianini no ano passado…

Embora a classificação de 2022 mostre Fabio Quartararo com a Yamaha na segunda posição, o principal rival de Pecco Bagnaia foi Enea Bastianini. Senão, vejamos:

No Catar Bastianini venceu e Pecco acabou no solo. No Texas, Enea venceu e Pecco terminou atrás, em França Enea venceu e Pecco caiu, e finalmente em Aragòn Enea venceu Pecco no photo finish… Na Malásia o ‘Bestia’ soprou no pescoço de Pecco, tanto que o intimidou e o fez adiar a celebração mundial em Valência.

Sendo também verdade que em muitas ocasiões Pecco se saiu melhor que Enea, mas substancialmente o futuro número 1 sofreu mais com os ataques da GP21 da Gresini do que propriamente da M1 número 20 de Fabio Quartararo.

Este ano o campeão mundial tem mais uma dor de cabeça com a moto que rodou no ano passado: 94 pontos para o atual titular Bagnaia, 93 pontos para a moto amarela e preta número 72 de Bezzecchi. Os dois vão aparecer em Mugello para obviamente se imporem. Que tremendo déjà vu para Bagnaia.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
This site uses User Verification plugin to reduce spam. See how your comment data is processed.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x