MotoGP, 2021, Texas: Miguel Oliveira contente com recuperação

Por a 6 Outubro 2021 17:00

Após recuperar 7 lugares no GP de Austin, indo de 18º a 11º, Miguel Oliveira até pode estar orgulhoso da sua melhoria

Miguel Oliveira recolheu apenas dois pontos nas últimas cinco corridas, e o piloto português tinha razões para estar preocupado com o Grande Prémio das Américas numa pista que parecia tudo menos amigável para a sua KTM.

Este pessimismo foi confirmado durante as sessões de treino, com imensos pilotos a ter problemas com os solavancos da pista, chegando a falar-se de uma greve de pilotos, que foi abafada pela Dorna.

Miguel Oliveira não foi exceção, e apesar de se mostrar rápido no molhado, no final das sessões de qualificação disputadas a seco, terminou numa modesta 18ª posição, mas na corrida, deu um salto na classificação para acabar 11º…

De tal modo que esta décima primeira posição final, apesar de falhar à justa o seu objetivo de entrar no Top 10, teve o sabor de uma vitória…

Desde o início das férias de Verão, Miguel Oliveira e a sua KTM têm estado ausentes da primeira fila.

Uma situação tornada ainda pior pelo facto de que Brad Binder, na moto idêntica, se mantém nas cinco primeiras posições e até Iker Lecuona tem mostrado rasgos de brilho ocasionais, só Petrucci parecendo algo perdido agora com a moto Austríaca.

Oliveira ainda tem três corridas pela frente, para salvar o que puder nesta época em que a sua vitória na Catalunha parece ser uma feliz excepção.

Para o piloto da KTM, ainda há esperança baseada num desempenho em Austin que mostrou que, nas condições certas, se pode bater os adversários com a RC16.

Oliveira iniciou a corrida a partir do 18º lugar na grelha e conseguiu ganhar sete posições na pista de subidas e descidas do COTA até à bandeira xadrez.

“Como era de esperar, foi uma corrida muito difícil”, disse o piloto português. “Foi difícil ganhar muitas posições. Pelo menos recuperámos alguns lugares e marcamos alguns pontos”.

E acrescentou: “Ao todo, fizemos a corrida muito bem. Agora estamos ansiosos pelo fim-de-semana em Misano. Temos de descobrir como podemos melhorar na qualificação e depois lutar por melhores posições na corrida.”

O resultado final foi um alívio para Oliveira, pois até no Warm Up da manhã o português tinha sido apenas 19º…

O piloto da KTM, que conseguiu ultrapassar Franco Morbidelli, Alex Márquez e Luca Marini, entre outros, concluiu, “Pelo menos conseguimos alguma coisa. Agora estou aliviado por termos terminado a corrida aqui. Melhorámos, foi um passo importante para olhar em frente. Em Misano dentro de três semanas daremos novamente o nosso melhor”.

Oliveira terminou cinco segundos atrás do seu colega de equipa sul-africano Brad Binder, e perdeu um total de 23 segundos em 20 voltas para o vencedor da corrida Marc Márquez na sua Honda.

5 1 vote
Article Rating
6 Comentários
antigo
recente mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
10 meses atrás

3sponsored

trackback
10 meses atrás

gay on line dating https://speedgaydate.com/

trackback
10 meses atrás

free slots 777 three rows https://2-free-slots.com/

trackback
10 meses atrás

play slots for real money https://freeonlneslotmachine.com/

trackback
10 meses atrás
trackback
10 meses atrás
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
6
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x