MotoGP, 2021: Miller cumpre o tradicional ‘shoey’

Por a 18 Maio 2021 22:23

Apenas duas semanas após o extraordinário sucesso alcançado em Jerez, Jack Miller conseguiu mais uma vitória sensacional no Circuito de Bugatti de Le Mans. E no pódio, cumpriu o tradicional ‘shoey’ dos australianos, bebendo o champanhe da própria bota, seguindo os exemplos de Daniel Ricciardo e Mark Webber na F1.

O australiano dominou uma corrida dura que viu os pilotos lidarem com uma troca de motociclistas seguindo a regra “bandeira-para-bandeira”. Como começaram com condições secas, o céu ficou logo nublado, e após apenas algumas voltas, começou a chover.

Na quinta volta, Miller, que estava em quarto lugar depois de ter entrado diretamente na gravilha, voltou para as boxes para fazer a troca de moto, mas conseguiu voltar ao terceiro lugar. No entanto, Miller teve de cumprir uma penalização de dupla volta longa por exceder 60 km/h na entrada das boxes. Permaneceu em terceiro e, na volta 12, após a queda de Márquez, ultrapassou Quartararo, assumindo a liderança onde permaneceu até à bandeira axadrezada, garantindo a sua segunda vitória consecutiva em 2021. 

Jack Miller (#43 Ducati Lenovo Team)

“Ganhar duas corridas seguidas é um sonho para mim, especialmente depois de uma corrida tão difícil em que tive até de fazer uma volta dupla e longa e acabei no cascalho. Portanto, ser capaz de obter este resultado é realmente extraordinário! A corrida foi realmente longa e difícil mentalmente. Tentei manter a minha concentração e continuei a dizer a mim próprio para me manter calmo. Desta forma, consegui gerir bem os pneus e guardei-os até ao final, gerindo a vantagem sobre Johann, que estava a aproximar-se muito perto do final. Foi realmente uma vitória fantástica”!

Sobre o seu desempenho numa pista humida e molhada como Le Mans:

“Pressiono muito nessas condições, como você pode ver no passado e também nesta corrida. E muitas vezes caio nessas condições. Não sei, não me incomoda quando a moto escorrega muito”

O piloto de 26 anos explica como enfrenta a falta de aderência:

“Não sei se isso vem do motocross. Definitivamente acontece naturalmente. Mas acho que também tive sorte que as motos que pilotei até agora – a Ducati e a Honda – sempre foram muito boas no molhado.”

Miller está convencido que virão vitórias de outros pilotos Ducati esta temporada.

“Tenho a certeza que Pecco e, claro, Johann ainda triunfarão, porque já provaram que são rápidos. Não houve muitas possibilidades, a Yamaha dominou as três primeiras corridas e eu venci  as duas últimas.”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x