MotoGP, 2021: Martin em admiração de Rossi

Por a 10 Fevereiro 2021 17:00

O rookie espanhol recorda ter-se encontrado com o seu ídolo Valentino Rossi quando era apenas uma criança, e tem a fotografia para o provar

“Não lavei a cabeça durante uma semana” Jorge Martin

O mais recente recruta da Ducati Pramac Racing, Jorge Martin, pode ainda não se ter estreado no Campeonato de MotoGP, mas isso não o impede de pensar em grande.

Duas épocas muito produtivas em Moto2 fizeram com que a marca de Bolonha reparasse no homem de Madrid, e agora deram-lhe a oportunidade de entrar no maior palco de todos, a MotoGP, algo com que sonhava desde miúdo.

Para além dos objetivos desportivos que o piloto espanhol se propôs alcançar durante esta campanha e no futuro, o ‘Martinator’ está ansioso pelo início da temporada no Qatar para poder conhecer o resto da grelha e os pilotos que idolatrava em criança.

“O piloto que mais quero conhecer em pista, e o que mais quero bater, é Joan Mir da Suzuki Ecstar. Digo isto porque somos rivais desde pequenos. Já lutámos juntos por um título na Taça dos Rookies, com uma idade que não é fácil de gerir e com momentos melhores e piores entre nós. Depois, quando ele era campeão de Moto3, eu tinha velocidade, espetei a cabeça para fora e fiz nove poles nesse ano. Quero combatê-lo outra vez, mas já no MotoGP.”

“Estou entusiasmado por encontrar o Valentino Rossi (Yamaha Petronas SRT) na grelha, porque ele era o meu ídolo quando era criança. Tenho uma fotografia com ele ainda miúdo onde ele me está a tocar na cabeça. Acho que não lavei a cabeça uma semana! Foi em Valência 2006, mas não foi culpa minha ele ter perdido o título naquela corrida. Agora vamos encontrar-nos na grelha de MotoGP, ele tem 42 anos e eu tenho 22. Podia ser meu pai. Não é tão rápido como antes, mas tem muito mérito para continuar lá.”

Na foto, um jovem Martin posa ao lado do ‘Doctor’ no Grande Prémio de Valência de 2006, onde Rossi perdeu o título para o falecido Nicky Hayden depois de ter sofrido uma queda infeliz na última corrida do ano.

Voltando ao presente, Martin tem as suas próprias ambições de seguir os passos do seu ídolo e tornar-se o melhor rookie da classe esta temporada, juntamente com ambições mais elevadas no futuro.

“O objetivo é ser o melhor estreante da época, mas é claro que há pilotos com quem já andei noutras categorias, como o Bagnaia ou o Mir, que é o Campeão, por isso também posso estar lá. Não sei quanto tempo vai demorar a chegar ao topo, mas acho que vou ser campeão de MotoGP”, disse Martin em entrevista.

“Tenho dez ou doze anos pela frente e, se as lesões não o impedirem, o que já me aconteceu, poderei lutar para ganhar. Treino com pilotos de alto nível, como o Maverick e outros, e sinto-me ao mesmo nível deles.”

5 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x