MotoGP, 2021: Ambição é fundamental para o sucesso da nova Tech 3

Por a 11 Fevereiro 2021 17:00

Na véspera da apresentação da equipa, Hervé Poncharal sentou-se para apresentar os seus planos para este ano ao receber Danilo Petrucci no grupo

Em 2020, Miguel Oliveira conseguiu a primeira vitória da Tech 3 na classe rainha na pista da KTM no GP da Estíria

Com o início do Mundial de MotoGP de 2021 logo ao virar da esquina, o patrão da KTM Tech3, Hervé Poncharal, delineou as suas intenções para a temporada que se avizinha.

Tem sido um inverno de agitação para a equipa francesa, com mudanças nos bastidores, bem como novos pilotos assegurando que este ano terão um novo olhar atento sobre eles.

Em 2020, Miguel Oliveira conseguiu a primeira vitória na classe rainha da Tech 3 na pista principal da KTM no GP da Estíria, que seguiu com uma vitória em Portimão na final da temporada.

No entanto, o piloto português mudou-se para a KTM Red Bull Factory Racing, e a marca decidiu substituir um vencedor da corrida por outro, já que Danilo Petrucci chega para se juntar a Iker Lecuona no segundo ano com a equipa.

O Engenheiro Chefe Guy Coulon também se reformou durante a época e foi substituído por Sergio Verbena, e apesar de triste com a sua saída, Poncharal está cheio de otimismo para o que está para vir.

“O facto de o Guy ter renunciado ao cargo é o fim de uma era”, disse Poncharal.

“Trabalhamos juntos desde 1983 e antes de fundar a Tech3 também estivemos na Honda France e na Rothmans. Seja como for, ele estará presente para nos fazer peças e irá aos primeiros testes para supervisionar a nova equipa.”

“O Verbena é uma pessoa que já conhecemos quando ele era o interface entre as duas equipas. Depois disso, ganhou uma corrida com Brad Binder em Brno, prova de que conhece muito bem todo o trabalho interno. Além disso, é italiano e já trabalhou ao lado de Danilo Petrucci no passado. Por outras palavras, acho que deve encaixar muito facilmente!”

Falando sobre a sua relação com a KTM, Poncharal ficou encantado com algumas das apresentações da época passada e espera que isso conduza a um futuro brilhante entre a equipa francesa e o fabricante austríaco.

“Estamos a entrar no terceiro ano de colaboração e conseguimos ver que a nossa moto estava nos lugares cimeiros, até mesmo obter um vencedor. O trio Oliveira / Coulon/ RC16 acabou por provar-se excelente.

Fizeram o hat-trick, o melhor que se pode ter num GP com pole, um recorde de volta e o degrau superior no pódio.”

“O contrato com a casa termina esta época, mas o desejo de renovar é grande; Mal consigo imaginar um cenário diferente. Estamos em negociações, mas espero que possamos assinar o mais rápido possível.”

“Para ser honesto, não há razão para mudar uma equipa onde todos os jogadores trabalham em perfeita harmonia, porque para mim o sucesso é também o resultado da continuidade. Acho que a KTM estão muito felizes por terem quatro motocicletas na grelha e relativamente satisfeitos com os resultados que obtivemos em 2020.”

Depois de um ano de avanço, os fãs de MotoGP estão interessados em ver se as KTM podem basear-se no seu desenvolvimento e desafiar regularmente na frente dos Grandes Prémios, algo que Poncharal espera.

“Fazer tão bem como em 2020?! Ganhámos duas corridas, não é um coisa pequena. Agora, sabemos que as expectativas são elevadas, mas teremos o cuidado de não nos gabarmos. Só na KTM, é provável que haja uma certa emulação, pois todos têm algo a provar. O estreante Danilo Petrucci disse que fará tudo para estar ao nível dos dois pilotos de fábrica, se não estiver à frente deles.”

“Seria bom se ele ganhasse pelo menos uma corrida para poder manter o seu ímpeto de 2019/2020. Iker, entretanto, já não será um novato. Ele queria mostrar o seu progresso mas infelizmente, o Covid meteu-se pelo meio. No entanto, treinou muito neste inverno, tendo apreciado plenamente as exigências do MotoGP. Brad Binder ganhou no seu primeiro ano, Miguel no seu segundo, por isso espero que o Iker repita este tipo de performance.”

“É preciso ser ambicioso, especialmente quando se tem a máquina e o apoio técnico para o fazer. Não há razão para não poderem! Cabe-nos a nós continuar a avançar e a lutar na vanguarda.”

Como vai estar a moto em 2021? Bem, pode haver algumas mudanças de acordo com Poncharal, como ele explica que será mais em linha, em termos de cores, com a KTM oficial e que há muito entusiasmo para a apresentação da formação de 2021.

“As nossas cores, radicalmente diferentes no MotoGP, serão reveladas esta sexta-feira. Obviamente, vamos manter sempre uma ligação estreita com a Red Bull, mas o nosso visual estará mais em linha com a KTM. “

“Que Stefan Pierer e Hubert Trunkenpolz confiem em nós é, de facto, uma grande fonte de orgulho e uma grande responsabilidade. No entanto, estamos prontos a apoiá-los plenamente. De qualquer forma, sei que estão muito entusiasmados por apresentar a sua formação para 2021 e, especialmente, a equipa de fábrica KTM Tech3! “

As novas KTM serão apresentadas amanhã sexta-feira, 12 de Fevereiro, e a apresentação pode ser seguida em direto no motogp.com às 09h00.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x