MotoGP, 2021 – A palavra aos Chefes: Meregalli (Yamaha): “Temos potencial”

Por a 3 Maio 2021 21:31

Massimo Meregalli é um ex-piloto e está há muito ligado à equipa oficial da Yamaha, marca com a qual correu durante muito tempo. Neste artigo, dá-nos a sua impressão sobre a corrida de Jerez.

Massimo Meregalli – Diretor de equipa da Monster Energy Yamaha

Começando a corrida da pole position, Fabio Quartararo caiu para a quarta posição nas voltas iniciais, antes de efetuar três passagens perfeitas na Curva 13 para reclamar a liderança na quarta volta… e abriu imediatamente uma diferença.  

“O Fabio estava completamente contente com a moto e a caminho de uma vitória”

Com a sua vantagem bem acima de um segundo, o francês parecia pronto a dar a terceira vitória à Yamaha até sofrer um grave caso de ‘arm-pump’ – dores intensas no braço – a 12 voltas do fim. Perdendo a vantagem numa volta, Quartararo não conseguiu defender a sua posição de Jack Miller. Incapaz de acelerar devido à dor excruciante, perdeu mais posições nas dez voltas seguintes e acabou por cruzar a linha de meta na 13ª posição, recusando-se a desistir. 

“Tivemos hoje uma corrida difícil e decepcionante”, comenta Meregalli. “O Fabio teve um problema com o seu braço direito e por causa do ‘arm-pump’  estava com muitas dores. É uma pena. Aconteceu subitamente enquanto ele estava a liderar a corrida por 1,4s e com o ritmo para ganhar. Ele estava completamente contente com a moto e estava a caminho de uma vitória. Mas a nossa principal preocupação é o bem-estar do Fabio. Amanhã (segunda-feira), ele vai ter o seu braço controlado.” 

“Não fomos capazes de colocar a moto a curvar como o Maverick queria”

Partindo do sétimo lugar na grelha, Maverick Viñales baixou ao nono lugar na habitual batalha da primeira volta. O espanhol lutou nas primeiras voltas, para depois recuperar o sétimo lugar. A andar forte na perseguição a Aleix Espargaro nas derradeiras voltas, falhou por menos de meio segundo um lugar entre os seis primeiros.

“O Maverick fez uma corrida estável. A sua posição de largada atrasou-o um pouco. É importante começar pela frente, especialmente com os tempos das voltas a serem tão próximos. Infelizmente, não fomos capazes de colocar a moto a curvar como o Maverick queria, e é nisto que nos vamos concentrar durante o teste de segunda-feira. No geral, estes não foram os resultados da corrida que tínhamos previsto, mas a forma de Fabio na primeira metade da corrida mostra que temos um grande potencial”.

Quem é Massimo Meregalli?

As primeiras experiências internacionais de Meregalli estão ligadas ao Campeonato do Mundo de Superbike, entre 1991 e 1995. Em 1997 esteve entre os pilotos iniciantes na edição inaugural do Campeonato do Mundo de Supersport. Com a Yamaha, tornou-se o primeiro vencedor de um Grande Prémio nesta categoria em Misano. Depois de ter sido o líder do campeonato durante alguns períodos, fechou a temporada em quinto lugar. 

A sua última participação nesta categoria foi na temporada 2000, quando terminou em décimo primeiro lugar. Em 2001, competiu no Grande Prémio de Monza no campeonato italiano de Supersport, terminando em sexto lugar.

No final da sua carreira de piloto de corridas, permanece no mundo do motociclismo com funções de gestão.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x