MotoGP, 2021, a época em retrospetiva: Grande Prémio da Alemanha

Por a 26 Julho 2021 17:00

Um dos mais incríveis contos de fadas que alguma vez vimos, com o regresso de Marc Márquez, que ainda por cima admitiu que no dia, Miguel Oliveira estava mais rápido do que ele, foi o final perfeito no Sachsenring

O Liqui Moly Motorrad Grand Prix Deutschland foi um encontro emocionante desde o início, com uma ameaça de chuva sobre o Sachsenring.

Num dos Grand Prix mais emocionantes dos últimos anos, seria uma das histórias de regresso mais sensacionais no desporto, pois o Rei do Ring Marc Márquez (Honda Repsol) venceu após 581 dias desde o seu último, com uma corrida ao ataque desde o início.

Miguel Oliveira (KTM Red Bull Factory Racing) lutou para desafiar Márquez, mas teve de se contentar com o segundo lugar, enquanto o líder do Campeonato Fabio Quartararo (Yamaha Monster Energy MotoGP) ficou em terceiro lugar.

Aleix Espargaró na Aprilia liderou o arranque, e Marc Márquez estava em segundo até à curva 13 da volta 1, quando ultrapassou Espargaró e passou a liderar, com Miguel Oliveira em 6º.

Espargaró tentou responder logo a seguir, mas Márquez conseguiu manter a posição. Johann Zarco (Ducati Pramac) foi diminuindo a diferença até pressionar Espargaró. Márquez tentava mas não conseguia fugir a Espargaró, Zarco e Jack Miller, mesmo ao fazer a volta mais rápida. No final da 3ª volta, Oliveira passou Quartararo (Yamaha Monster Energy), estava em 5º posto e fazia a volta mais rápida na volta seguinte.

À 8ª volta, na travagem para a curva 1, Miller ultrapassou Zarco pela terceira posição.

Na volta 8, com pequenos pingos de chuva a cair, foi mostrada a bandeira branca, indicando que os pilotos poderiam vir trocar de motos. Espargaró foi ultrapassado por Miller e por Oliveira duas curvas depois.

Na décima volta, Oliveira passou mesmo Miller e tentava perseguir Márquez, fazendo nova volta mais rápida, mas sem ficar mais perto do homem da Honda. Mais atrás, Quartararo ultrapassou Espargaró, para ficar em 4º.

Pouco depois, Quartararo conseguia ultrapassar Miller e subia ao último lugar de do pódio. Com a pressão de Oliveira faltavam 7 voltas, quando Márquez entrou muito rápido na curva 1 e saiu largo, com Oliveira a conseguir retirar alguns décimos de segundo.

Quando faltavam 4 voltas para o fim da corrida, Márquez tinha menos de 1 segundo de vantagem para Oliveira, mas na volta seguinte, já o espanhol conseguia aumentar para 1.5s de vantagem. Mais atrás, Brad Binder na KTM Red Bull conseguiu subir até 4º.

Nas últimas voltas, Oliveira não conseguiu recuperar mais terreno a Márquez, que averbou uma vitória emocional de regresso e manteve a sua supremacia no “Ring”. Fabio Quartararo terminou no pódio, seguido de Brad Binder e Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo Team).

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x