MotoGP, 2020, Le Mans: Mir pode estragar a festa de Quartararo

Por a 9 Outubro 2020 09:30

As atenções podem estar sobre o líder do Campeonato a jogar em casa, mas Joan Mir da Suzuki quer contrariar isso e vencer no Grande Prémio de França

A pressão pode estar sobre Quartararo, pois o Francês joga em casa e a corrida pelo título está a entrar numa fase crítica, com dois conjuntos de três corridas a chegar.

Ao mesmo tempo, porém, todos sabemos como Mir e a Suzuki estão fortes. Tanto Mir como o colega de equipa Rins subiram ao pódio em Barcelona para dar à fábrica de Hamamatsu o seu primeiro duplo pódio desde 2007, e Le Mans poderia muito bem ser uma história semelhante. No entanto, Mir continua totalmente focado em tentar conquistar uma vitória inaugural em MotoGP antes de virar a sua atenção para a luta do Campeonato.

“Honestamente, acho que no Campeonato do Mundo estamos muito perto, mas para lutar pelo Campeonato é preciso ganhar corridas e isso é um facto. Neste momento somos competitivos, focados, consistentes e rápidos, mas ainda não temos uma vitória. Estou totalmente focado nisso, totalmente focado em tentar obter a minha primeira vitória. Entretanto é importante somar pontos e continuar assim e, como disse, concentra-me apenas na vitória”, disse o número 36.

Rins regressou ao pódio este ano em Barcelona

Rins disse que ajudaria com prazer Mir a tentar ganhar o título se ordens de equipa tivessem de entrar em jogo em algum momento, mas com o recente pódio do espanhol, o seu primeiro de 2020, está agora a apontar para mais do mesmo antes de tentar ajudar Mir.

Com certeza o pódio em Montmeló deu-me motivação e ânimo extra”, afirmou Rins, que fez uma atualização sobre a lesão no ombro que tem dificultado a maior parte da temporada. “Sobre o ombro, gostaria de dizer que sim, mas ainda não estou a 100%. Fico feliz por não sentir dor no osso, mas com este tipo de lesão tem de se parar e recuperar durante 2 a 3 meses para ficar perfeito. Não parámos com esta temporada cheia de corridas, e na moto não estou a sentir massa muscular suficiente no braço direito. Por isso, temos de terminar esta época e recuperar totalmente para a próxima época.”

A pressão pode estar sobre os pilotos no topo da classificação para tentar ficar lá, mas se o MotoGP em 2020 nos mostrou alguma coisa, é esperar o inesperado. Tantos outros pilotos são capazes de vencer, como Bagnaia, Miller, Binder, Oliveira, ou até Espargaró e Dovizioso, e a maioria dos pilotos pode-se colocar como candidato ao pódio.

O tempo também vai desempenhar um papel fulcral em Le Mans. Quartararo contra Mir é o ponto focal por enquanto, especialmente com El Diablo a correr em casa, mas isso pode mudar num piscar de olhos.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Moto GP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x