Moto3, 2020, Teruel: John McPhee vai continuar em Moto3 para a temporada de 2021

Por a 21 Outubro 2020 19:00

O escocês, que ocupa o quinto lugar na atual Classificação do Campeonato, assinou uma extensão com a Petronas Sprinta Racing Team.

A Petronas Sprinta Racing acaba de anunciar a sua formação de Moto3 para 2021, com o escocês John McPhee a ficar mais um ano a lutar pelo título na classe de pesos-leves, ao lado da nova contratação de Darryn Binder, também já vencedor em Moto3.

O piloto escocês, que se juntou à formação malaia em 2019, sabe o que é preciso para vencer na ultra-competitiva categoria de Moto3 e tem-se mostrado (in)consistentemente um forte candidato ao título. Ele e a equipa construíram uma relação sólida nas últimas duas temporadas, pelo que 2021 lhe permitirá montar mais um ataque ao título com ambiente e máquina muito familiares, a Honda NSF250RW.

Até à data, McPhee somou 14 pódios com três vitórias na categoria: metade foi conseguida com a equipa, com quatro desses pódios e uma vitória dos 11 GPs disputados até agora este ano.

Também deu a primeira vitória à equipa no GP de França no ano passado. Atualmente é quinto classificado no Mundial de Moto3, com 109 pontos, 35 pontos a menos do líder, a quatro corridas do fim.

“Estou muito feliz por voltar a assinar com a equipa para 2021! Ainda temos algumas corridas para terminar esta temporada e estamos em grande posição para continuar a lutar pelo campeonato. Para mim, é muito importante continuar com a mesma tripulação, pessoas que conheço e onde me sinto confortável dentro e fora da pista. O objetivo para o próximo ano será voltar a estar consistentemente entre os três primeiros e lutar pelo campeonato”, disse o piloto escocês.

“Estou ansioso pelo próximo ano, mas vamos focar-nos em terminar esta época primeiro! Quero agradecer à equipa e aos parceiros por todo o apoio que me deram. Agora vamos ver o que podemos fazer nestas últimas corridas da temporada de 2020.”

O diretor da Petronas Sprinta, Johann Stigefelt, também ficou encantado por ter conseguido chegar a um acordo. “Estou muito contente por continuar com o John em 2021. Está connosco há quase dois anos e podemos ver que estamos a crescer e a progredir muito bem juntos. O John tem sido um candidato ao campeonato desde o início deste ano, por isso continuar com ele é uma ótima notícia para a equipa. Ainda temos quatro corridas para disputar esta temporada e tenho a certeza que podemos alcançar resultados mais bem-sucedidos e lutar até à última volta da última corrida.”

“Em 2021, vamos ter uma equipa muito forte com ele e com o Darryn [Binder], ambos pilotos fortes e que vão atuar a um nível elevado. É importante para a equipa que demos este passo para continuar com o John e ter a formação de Moto3 mais forte que já tivemos.”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Moto GP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x