Moto2, 2021, Sachsenring: Mais do mesmo para a KTM Red Bull?

Por a 14 Junho 2021 15:30

Gardner vs Fernández tem sido a história recente da Moto2, mas será que no Sachsenring a KTM Red Bull Ajo continuará o seu domínio?

2021 vai bastante bem para a KTM Red Bull Ajo. Lideram a Moto3 e nas Moto2, têm dado cartas até agora, tanto para o líder do Campeonato Remy Gardner como para o seu companheiro de equipa Raul Fernández, rookie sensação, que continua em segundo lugar na classificação.

O número 25 também foi o rival mais próximo de Gardner com um 1-2 nas últimas três corridas, as duas últimas com Gardner à frente, e a única corrida em que nenhum dos dois esteve no pódio foi Jerez.

É um grande recorde, e ao chegarmos ao Grand Prix Deutschland, já se ouvem os violinos em suspense a dar o mote aos seus rivais.

Em termos de recordes de pista, Gardner marcou pontos nas últimas quatro visitas à Saxónia, pelo que não há razão para esperar que ele perca subitamente velocidade. Raul Fernández tem um pouco menos de experiência, mas isso não fez muita diferença em Mugello, e na sua estreia na Moto3 no Sachsenring, em 2018, como substituto de lesões, o espanhol mostrou muito bem que sabia o seu caminho.

Até agora esta temporada tem sido um conto de cinco pilotos com vantagem sobre o resto e a dupla KTM Red Bull Ajo com um pouco mais do que isso.

Sam Lowes (Elf Marc VDS) e Fabio Di Giannantonio (Federal Oil Gresini) tiveram ambos vitórias marcadas por alguns erros, mas ambos já estiveram no degrau de cima.

O contrário é verdadeiro para Marco Bezzecchi (Sky VR46), que até agora não conseguiu vencer, mas está impecável em consistência no terceira lugar.

Com a excelência metronómica da dupla da KTM Red Bull à frente, no entanto, ” pontos fazem prémios” em breve não será suficiente.

Será que os italianos conseguem encontrar esse passo em frente na Alemanha?

E poderá Xavi Vierge (Petronas Sprinta), que negou a Bezzecchi terceiro em Barcelona, manter a sua forma?

Augusto Fernández (Elf Marc VDS) também voltou a cantar em Barcelona, e teve um sólido sexto na última corrida de Moto2 na Alemanha.

Bo Bendseyder (Pertamina Mandalika SAG) impressionou pela última vez ao vencer Lowes também no Sachsenring.

No entanto, na pista alemã, alguns olhos estarão também sobre Marcel Schrötter (Liqui Moly Intact GP), pois ele começa a mostrar alguma velocidade após um início duro de 2021. O bávaro também tem um bom recorde no Sachsenring, incluindo um pódio da última vez que lá corremos em 2019…

Finalmente, Fermin Aldeguer (+Ego Speed Up), que obteve cinco vitórias de cinco no Campeonato Europeu de Moto2, estará de novo em substituição de Yari Montella por lesão.

Pela primeira vez na Triumph 765, o jovem de 16 anos de idade ficou em 12º lugar apenas a meio décimo da Boscocuro de Aron Canet (Aspar Team). E isto foi em Mugello, onde ele nunca tinha corrido antes. Poderá ele fazer mais alguma magia na Saxónia?

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Moto GP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x