Mundial de SuperEnduro – Diogo Vieira: “Surpreendeu-me o sétimo lugar na segunda manga”

Por a 12 Dezembro 2016 17:32

Deixou água na boca a estreia de Diogo Vieira no Mundial de SuperEnduro. O piloto da Beta esteve a um bom nível na primeira ronda do Mundial, o GP da Polónia, tendo mesmo conseguido o apuramento para as três mangas da Final, fruto de um terceiro lugar na corrida de qualificação.

Nas finais o vice-campeão Nacional de SuperEnduro obteve dois 12º lugares e um bom sétimo lugar na segunda manga realizada em Cracóvia. Um bom desempenho do piloto luso nesta sua primeira experiência além-fronteiras e que culminou com um 11º lugar final perfazendo um total de 11 pontos somados.

Não escondendo que foi  um “bocado intimidante” estar lado de nomes como Taddy Blazusiak e Colton Haaker, Diogo Vieira revelou ao MotoSport que o objetivo para esta ronda era de “obter a qualificação para as três mangas da Final e ver o que acontecia. Acabei por ficar surpreendido com o sétimo lugar da segunda manga. Não estava mesmo à espera deste resultado”. Em relação ao nível de competição encontrado em Cracóvia, o piloto nortenho diz que a “diferença para os primeiros é muito grande, mas para os pilotos que estão dois ou três lugares à frente a luta é mais renhida”.

Quanto ao percurso que teve de enfrentar nas corridas realizadas no último sábado, Diogo Vieira considera que “nada tem a haver com o que encontramos no Campeonato Nacional. Aí a pista é mais relaxada. Os obstáculos são mais espaçados e fáceis. Na Polónia existia uma parte muito dura com obstáculos, que obrigou-me a despender muitas energias. Só depois conseguia recuperar posições”.

Encerrada a passagem pela Europa de Leste, o piloto da Beta aponta já baterias para a segunda prova da época, o GP da Alemanha, que se vai realizar no dia 7 de janeiro em Riesa. O objetivo mantém-se. “Quero ir novamente às três corridas da Final. No entanto na manga de qualificação que sou obrigado a realizar existem sempre pilotos das redondezas. Nunca sabemos quem é que está presente. Na Alemanha como andam mais de moto do que na Polónia devem ir mais pilotos fortes por isso nunca é garantido o apuramento”.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Enduro
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png