WSSP, Austrália: Aegerter ‘à Campeão’ na despedida das Supersport

Por a 20 Novembro 2022 18:02

A derradeira corrida do campeonato do mundo de Supersport foi uma luta dramática pela vitória, com Dominique Aegerter (Ten Kate – Yamaha) a encerrar uma temporada recorde com a sua 17ª vitória na categoria, antes de se mudar para as Superbike em 2023.

O piloto suiço partiu do quinto lugar, e de imediato se colocou no grupo da frente. A partir de então deu-se uma intensa batalha pela liderança entre Aegerter e Lorenzo Baldassarri (Evan Bros. – Yamaha) com a dupla a trocar posições com frequência. Baldassarri conseguia a passagem na entrada da  curva 1, enquanto Aegerter respondia na curva 9 para depois ultrapassar o italiano na travagem na curva 10.

Determinado a fechar em alta a sua campanha nas Supersport, Aegerter fez a jogada crucial perto do meia da corrida e a partir daí conseguiu abrir uma brecha para Federico Caricasulo (Althea Racing – Ducati) e Baldassarri. Caricasulo conseguiu defender-se dos ataques de Baldassarri, abriu uma vantagem de mais de um segundo para terminar em segundo lugar.

Nicolo Bulega (Aruba.it Racing – Ducati) terminou em quarto lugar depois de perder terreno nas últimas voltas da corrida, apesar do estreante italiano ter liderado no início da corrida de 18 voltas. Yari Montella (Puccetti Racing – Kawasaki) também liderou a corrida enquanto tentava repetir a vitória da Corrida 1, mas teve que cumprir uma penalidade de Volta Longa após uma colisão com o seu companheiro de equipa para terminar a corrida na quinta posição, a três décimos de Bulega. Raffaele De Rosa (Orelac VerdNatura  – Kawasaki) terminou a corrida na sexta posição, distante de Montella que sai de Phillip Island com a sua primeira vitória e ainda sem lugar assegurado para a nova temporada.

Marcel Schrotter, que trocou a Moto2 pelo campeonato de Supersport para pilotar a MV Agusta – garantiu como melhor resultado o 7º lugar na Corrida 2, na frente do australiano Oliver Bayliss (Ducati) e de Andy Verdoia (Yamaha).   

A 17ª vitória de Aegerter na temporada, coloca o piloto suiço com cinco vitórias no topo do recorde de vitórias de uma temporada de Supersport, sendo este o seu 35º pódio na categoria antes da mudar para a classe superior das SBK em 2023.

Aegerter que se consagrou campeão do mundo em Mandalika, conclui o ano com um total de 498 pontos, com uma vantagem de 110 pontos ao cabo de 24 corridas sobre Baldassarri. Impressionante! Oncu, Bulega, Caricasulo, e Stefano Manzi e com a melhor Triumph, completaram por esta ordem a classificação dos seis primeiros no campeonato. Montella, o finlandês Tuuli com a melhor MV Agusta, Raffaele De Rosa e Jules Cluzel completaram o top-10 na classe de desportivas médias do animado World SuperSport 2022.

Top 10 – Corrida 2 Supersport, Phillip Island

1.Dominique Aegerter Yamaha
2.Federico CaricasuloDucati+ 1.888s
3.Lorenzo BaldassarriYamaha+ 2.637
4.Nicolo BulegaDucati+7.287
5.Yari MontellaKawasaki+ 7.597

Classificação final do Campeonato do Mundo de Supersport (após 24 corridas):

1.Dominique Aegerter (Campeão do Mundo)Yamaha498
2.Lorenzo BaldassarriYamaha388
3.Can OncuKawasaki264
4.Nicolo BulegaDucati242
5.Federico CaricasuloDucati222
0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x