MotoAmerica: Superbikes à antiga regressam em 2020

Por a 30 Dezembro 2019 15:00

O charme das primeiras SBK não deixa ninguém indiferente, com muitas categorias ainda a contemplar a sua presença em campeonatos nacionais um pouco por todo o mundo e uma verdadeira moda instalada de fazer replicas de estrada.

Agora, um verdadeiro regresso às origens das Superbike dos anos oitenta vai animar algumas provas do Campeonato Americano em 2020.

A AMA acaba de anunciar a criação de uma nova Classe, a Heritage Cup Vintage, que será disputada em 3 rondas da série MotoAmerica, com prioridade dada a motos com um passado em competição.

Wayne Rainey foi um dos que correu em SBK, primeiro em Kawasaki e depois em Honda

Assim poderemos ver em pista motos como as que Freddie Spencer, Eddie Lawson, Wayne Rainey ou Kevin Schwantz pilotaram na altura, antes de se lançarem em carreiras de sucesso no Mundial de 500.

Na altura, certos modelos como a Honda CB900 Bol D’Or, a Kawasaki Z1000 ou Suzuki GS1000, tornaram-se famosas através do que viria a tornar a classe rainha da velocidade na América e a dar origem ao Mundial de SBK.

Antes de virem para o Mundial, nomes como Spencer, Lawson, Schwantz e muitos outros já eram famosos através das Superbike. Outros como  Baldwin, Cooley, Schobert, Aldana, Polen, Magee ou Merkel, nunca passaram a sério para as 500 mas também fizeram o seu nome nas corridas de 4 tempos.

Ao mesmo tempo, haverá uma Exposição Aberta que deverá trazer muito público às provas de Road America em Elkhart Lake, da Mazda Raceway em Laguna Seca e da International Speedway de Indianápolis, para ver evoluir as SBK de outrora numa categoria especial ao lado das modernas versões do Campeonato Americano.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Velocidade
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png