Moto America, 2020: Beaubier celebra 100ª corrida com vitória

Por a 10 Agosto 2020 15:00

Cameron Beaubier celebrou a sua centésima corrida AMA Superbike da melhor forma possível, com uma vitória, a sétima da sua quase perfeita temporada.

Como as outras todas em 2020, a vitória de Beaubier foi decisiva, mesmo que o pilot a tenha menosprezado como “um pouco de sorte”. Desafiado cedo pelo seu companheiro de equipa na Yamaha Monster Energy, Jake Gagne, Beaubier terminou com 9,59 segundos de vantagem, depois de problemas de embraiagem terem deixado Gagne no terceiro lugar. Mathew Scholtz, da Westby Racing, foi o beneficiado com os problemas de Gagne, e terminou em segundo lugar pelo segundo dia consecutivo no Complexo Internacional de Corridas de Pittsburgh.

“Vou tentar manter esta bola a rolar o máximo que puder”, disse Beaubier após a vitória. “Como disse o Jake (Gagne), os tipos da Yamaha Monster Attack têm trabalhado tanto, tem sido fantástico. Tem sido muito trabalho o ano inteiro até agora. Diria que tive um pouco de sorte naquela corrida. O Jake tem melhorado durante todo o fim de semana, e o mesmo com o Matty (Scholtz). Alinhando hoje depois da rapidez com que ele (Gagne) estava no aquecimento, eu sabia que ia ser muito difícil. No início da corrida, comecei bem, e acho que isso também é uma pequena chave para o nosso sucesso. Vi 0,5 na minha placa volta após volta. O Jake está a andar muito bem.”

“A meio da corrida, falhei uma passagem e quase meti a cara pelo vidro adentro. Mas quando passei vi mais dois segundos de intervalo. Acontece que foi um pequeno problema de embraiagem do Jake, o que foi uma chatice para ele, porque ia ser um final difícil para a corrida. No final, estou muito feliz com a situação em que estamos, foi muito, muito bom conseguir as vitórias aqui. Chapéu para todos os meus mecânicos.”

Scholtz sabia depois do aquecimento matinal que estava em apuros, pois os outros dois tinham intensificado com tempos de volta mais rápidos.

Gagne disse que teve a sorte de terminar em terceiro porque não tinha a certeza se conseguia levar a moto até ao fim. Josh Herrin sobreviveu a uma excursão fora de pista e lutou até quarto lugar no final da corrida, batendo as Suzuki Ecstar, pois Toni Elias ficou a mais de um segundo. Kyle Wyman, da KWR Ducati, também fez parte do que foi uma batalha divertida para o quarto lugar, o piloto de New York acabando em sexto lugar.

David Anthony, da FLY Racing ADR Motorsports, terminou em sétimo lugar, a cerca de seis segundos de Cameron Petersen, da Altus Motorsports. O nono lugar foi para Alex Dumas, da Suzuki, naquela que foi a sua estreia na Honos Superbike.

Travis Wyman terminou a corrida de 17 voltas no 10º lugar na sua BMW S 1000 RR.

Com quatro rondas, oito corridas, concluídas na temporada de 2020 Beaubier lidera a caça ao título por 37 pontos sobre Gagne, por 175 para 138. Scholtz é terceiro, com 116 pontos, e Wyman volta ao quarto lugar da classificação, com Bobby Fong forçado a sair da corrida mais cedo, com muitas dores devido à sua grande queda ontem.

MotoAmerica Superbike Corrida 2

  1.    Cameron Beaubier (Yamaha)
  2.    Mathew Scholtz (Yamaha)
  3.    Jake Gagne (Yamaha)
  4.    Josh Herrin (BMW)
  5.    Toni Elias (Suzuki)
  6.    Kyle Wyman (Ducati)
  7.    David Anthony (Suzuki)
  8.    Cameron Petersen (Suzuki)
  9.    Alex Dumas (Suzuki)
  10.    Travis Wyman (BMW)
0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Velocidade
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x