SBK Austrália – Primeira Superpole de 2019 para Rea

Por a 23 Fevereiro 2019 01:35

A primeira Superpole do Campeonato Mundial de Superbike de 2019 foi para Jonathan Rea (Kawasaki Racing), com todos os 19 pilotos a chegarem à pista à procura da volta mais rápida.

Alex Lowes (Yamaha Pata) foi o primeiro piloto a liderar, com o tempo de referência durante a maior parte da sessão. No entanto, Álvaro Bautista (Ducati Aruba) veio suplanta-lo a 13 minutos do fim, com uma volta de 1’30.054. A 10 minutos do final, ele entrou no circuito com um novo pneu SC0. Leon Haslam (Kawasaki) voltou à carga, e derrubou o espanhol da frente, com uma empolgante segunda volta abaixo dos 1’30. Bautista respondeu, mas não conseguiu bater Haslam, colocando-se no segundo lugar a menos de cinco minutos para o final.

Leon Haslam esteve em forma na luta pela Pole

No entanto, foi o atual campeão Jonathan Rea, que disparou uma volta canhão a menos de três minutos do final, quebrando o seu próprio recorde de pole. O seu 1’29.413 colocou Rea na vanguarda da grelha, apesar dos esforços do companheiro de equipa Haslam e do arqui-rival Bautista. Leon Haslam, com a segunda posição, deu à Kawasaki a sua primeira dobradinha desde 2017 na grelha do Circuito de Phillip Island. A completar a primeira fila estava Álvaro Bautista.

Tom Sykes (BMW Motorrad) fez uma grande melhoria durante a sessão e terminou em quarto lugar, anunciando o retorno da BMW ao campeonato e seguido na segunda linha da grelha por uma mistura de experiência e exuberância juvenil. Alex Lowes continuou a forma já mostrada nos testes com 5º e a completar a segunda fila estava o impressionante estreante alemão Sandro Cortese (Yamaha GRT).

A terceira fila viu Michael van der Mark da Yamaha Pata em sétimo, falhando as duas primeiras linhas pela terceira temporada consecutiva. Michael Ruben Rinaldi (BARNI) foi o melhor italiano, à frente do compatriota, Marco Melandri (Yamaha GRT). Os nove melhores pilotos ficaram todos dentro de um segundo do tempo de Jonathan Rea, numa Superpole recorde com todos extraordinariamente próximos.

O britânico, Leon Camier (Honda Moriwaki Althea) completou o Top Ten, colocando cinco fabricantes no top ten. Um piloto que ficou abaixo do esperado foi Chaz Davies. O galês vai partir do 16º posto da grelha e será o último piloto da Ducati.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Velocidade
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png