SBK, Remy Gardner: “A minha ideia é estar muito forte antes do final da temporada”

Por a 22 Janeiro 2023 12:14

Depois de um ano de estreia desastroso no MotoGP com a Tech3 KTM, o australiano campeão mundial de Moto2 em 2021, teve que se reorientar desportivamente, encontrando nas Superbike o seu ‘porto de abrigo’. O que esperar então desta sua transição?

Para 2023, Remy Gardner não conseguiu encontrar um lugar na categoria rainha, muito por conta de algumas declarações desajeitadas do seu empresário Paco Sanchez, e depois assinou contrato com a Yamaha Europa para o Campeonato do Mundo de Superbike de 2023, com opção para 2024.

Na Giansanti Racing Team (GRT Yamaha), Gardner é o companheiro de box do bicampeão mundial de Supersport e vencedor da Copa do Mundo de MotoE, Dominique Aegerter. No passado, Gardner apenas acompanhou o Mundial de Superbike esporadicamente, mas muito mais no ano passado.

“O Johnny Rea e o Toprak rodaram muito bem e a forma como lutaram com Bautista foi muito impressionante”, realçou o australiano que vê assim a sua temporada de estreia nas SBK: “Tenho muito a aprender mas, para mim, não me parece que a GRT seja uma equipa satélite.”

Gardner e Aegerter vão ter R1s idênticas na GRT Yamaha, assim como Toprak Razgatlioglu e Andrea Locatelli na equipa de fábrica de Pata, então as expectativas são altas.

Sobre o estilo de condução do piloto turco, Remy Gardner destaca especialmente as suas manobras de travagem.

“O Toprak conduz de forma espectacular e também é rápido. Quando me sentei numa máquina de Moto2 e tive confiança nela, também pude fazer isso. Pilotar assim não me assusta, mas isso também tem algo a ver com o caráter da moto.

Neste mometo não tenho pressão e não há expectativas exageradas. Posso conhecer a moto, a categoria e os pneus. E tenho muito a aprender antes de entender tudo perfeitamente. Mas é claro que a ideia é estar muito forte até ao final da temporada”.

Na verdade, ainda não sabemos o que esperar de Gardner no Mundial de Superbike, que começa na Austrália no final de fevereiro. Até porque o seu primeiro dia e meio de testes, em meados de dezembro, foi muito pouco conclusivo porque ocorreu em pista molhada. Mas nos dias 25 e 26 de janeiro, Gardner volta a testar em Jerez e as previsões meteorológicas são boas… veremos!

0 0 votes
Article Rating
This site uses User Verification plugin to reduce spam. See how your comment data is processed.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x