SBK, Barcelona: Gerloff no pódio em pista “construída para mim”

Por a 21 Setembro 2020 16:00

O rookie americano Garrett Gerloff garantiu o primeiro pódio na sua carreira de SBK em estilo sensacional após uma impressionante Corrida 2

Uma nova cara ficou no pódio em Montmeló, com Garrett Gerloff (Yamaha GRT Junior Team), na primeira visita das Superbike ao Circuito de Barcelona-Catalunya.

Gerloff tornou-se no primeiro piloto americano a subir ao pódio das SBK desde que Nicky Hayden conquistou o terceiro lugar em Lausitzring na Corrida 1, em 2016. O jovem de 25 anos terminou em terceiro na Corrida 2 em Montmeló e lutou com Michael van der Mark (Pata Yamaha) pelo segundo lugar, passando mesmo o holandês na última volta, mas ao sair largo na Curva 10 permitiu que Van der Mark voltasse.

Reagindo à sua corrida, Gerloff disse: “Comecei bem e fiquei muito feliz por começar nas duas primeiras filas depois da Corrida Superpole. Normalmente, começo na 15ª posição todos os fins de semana, lá atrás, e a minha Superpole tem sido um bocado terrível. Desta, tive uma boa Corrida Superpole e isso colocou-me num lugar melhor para a corrida principal, foi a chave. Senti que estava a fluir muito bem a maior parte do tempo, houve algumas vezes durante a corrida em que o Michael começou a fugir, mas senti-me muito bem no final da corrida. Temos estado a prestar muita atenção, a tentar acabar a corrida fortes e acho que fizemos isso muito bem.”

Os resultados de Gerloff têm vindo a melhorar constantemente desde a sua estreia e o Americano encontra-se agora no top 10 mais consistentemente. Depois de ter melhorado os seus resultados nas últimas cinco corridas, de 13º na Corrida Superpole Tissot em Teruel, para terceiro na Catalunha, Gerloff espera que esta forma continue nos últimos seis encontros da temporada.

Ao mesmo tempo, Garrett Gerloff chamou a atenção da realeza das corridas americanas com Wayne Rainey “muito orgulhoso” da nova estrela, enquanto um “emocionado” Ben Spies falou de perspetivas futuras e da próxima estrela dos EUA…

“Estive a ver o Garrett desde o início da corrida e ele era muito agressivo, mas muito limpo”, começou Rainey. “Ele tinha muito ritmo, mas esta é a primeira corrida que vi onde parecia confiante quando os pneus degradam. Eles vão-se tão depressa, e isso é algo com que ele tem lutado; mas que desempenho impressionante, ele saiu-se muito bem! O Campeonato Mundial de SBK é tão competitivo e há muitos, muitos pilotos e equipas de topo. Garrett teve que se habituar não só à Europa, mas também às pistas e especialmente aos pneus. Depois deste resultado, acho que podemos ver um Garrett Gerloff diferente a avançar. Ir até lá, conseguir este pódio, dá confiança não só a ele, mas aos fãs americanos de que podemos competir.”

“Acho que ele vai ser muito mais consistente agora e vai ter muito mais hipóteses de estar nos cinco primeiros. Quando se corre pelos cinco primeiros, os pódios são mais fáceis. Estou muito orgulhoso por ele e é bom ver o nosso trabalho árduo a dar frutos.”

Spies rematou: “Estava tão emocionado a observá-lo como quando obtive eu um resultado! Significa muito para ele, agora poderemos vê-lo lutar mais pelo pódio e se ganhar uma corrida em 2020, não me surpreenderá. Acho que quando tudo estiver mais normal, veremos mais do mesmo. Ele tem uma das melhores atitudes do paddock, a equipa adora-o e estou feliz que tudo esteja a começar a clicar para ele e esteja a ficar cada vez melhor.”

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x