SBK, 2021, Portimão: “É o meu estilo, não vou mudar” Razgatlioğlu

Por a 5 Outubro 2021 15:00

O piloto da Yamaha Pata respondeu na mesma moeda a Rea por causa de comentários sobre o seu ”estilo”

O mais recente episódio da luta do Campeonato do Mundo de SBK de 2021 foi  Razgatlioğlu responder aos comentários de Rea sobre o seu estilo, com uma atitude inflexível: ele não vai mudar!

Como a batalha de 2021 do Mundial Superbike Motul mais ao rubro que nunca, as afirmações fora de pista também continuam a aparecer.

Na última ronda da rivalidade entre Toprak Razgatlioğlu (Yamaha Pata) e Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team), ambos tiveram um confronto e desacordo fora de pista em relação ao estilo do turco.

O líder do campeonato Razgatlioğlu ainda lidera por 24 pontos após um Portimão incrível em que Rea caiu em 2 corridas e venceu a terceira, em que por sua vez o Turco caiu.

Ao longo do fim-de-semana, Toprak e o seis-vezes Campeão do Mundo Rea colidiram inúmeras vezes na Corrida 1 e nas fases iniciais da Corrida 2.

Os comentários começaram no sábado, quando Rea falou aos media sobre o estilo de Razgatlioğlu, dizendo: “Não quero criticar o Toprak sobre como ele anda, porque ele está claramente a fazer um bom trabalho e nem sequer está no limite. Contudo, o tipo que ele está a passar está no seu limite com moto, pneus e todo o conjunto. Não me quero queixar muito; estou pronto para lutar assim e vou lutar assim. Posso apertar-lhe a mão depois disso e não me queixar, mas fico na boa a soltar os travões e usá-lo como uma berma. Não vou resmungar; tocar é correr. Ele pode treinar na sua pista de kart na Turquia, mas eu cresci no motocross, que também é difícil”.

O domingo de Rea em Portimão não começou bem, (acima) quando ele caiu da liderança logo na 1ª Volta da Tissot Superpole na Curva 13, dando-lhe uma montanha para escalar na Corrida 2 quando começou do 12º lugar na grelha.

No entanto, Rea explodiu e já liderava na Volta 2, e foi implacável enquanto ele e Razgatlioğlu iam até ao limite, com este último a acabar por cair.

Agora Toprak deu o seu lado da história, declarando que o seu estilo não irá mudar: “Jonny começou a falar sobre o meu estilo; repito, este é o meu estilo, nunca irei mudar. Estou a sorrir porque agora Jonny começa a falar, enquanto que normalmente era Scott, dizendo que eu ando um pouco perigoso, mas este é o meu estilo. Não estou assustado, talvez o Jonny e o Scott estejam assustados. Para mim, não é um problema, mas é melhor não falar e simplesmente resolver isto na pista”.

Revelando mais ao falar com os media no final do dia, Razgatlioğlu disse que Rea está zangado devido à situação do Campeonato, daí estar a falar sobre o estilo:

“Jonny estava a tocar-me em Navarra, mas eu não falei. Ele começou a falar, mas isso é bom porque significa que ele está muito zangado pelo Campeonato. Não gosto de falar porque este é o meu estilo e nunca vai mudar. Todos os fins-de-semana de corrida, luto assim. Não estou com medo, talvez ele e Scott estejam. Para mim, não há problema”.

Falando sobre a batalha titânica que tiveram na Corrida 1, Razgatlioğlu comentou mais adiante: “Por vezes, nas corridas, tocamos; tudo bem, isto é uma corrida. Na Corrida 1, começámos com um pouco de força mas OK, isto é normal porque ele está a tentar passar e eu estou a tentar passar. Agora ele começou a falar, estou realmente surpreendido pelo Jonny. Sabemos que Redding, depois de cada corrida, fala sobre isto. Isto é bom”.

Toprak entrou na Corrida 2 de domingo à tarde com uma vantagem de 49 pontos, mas uma falha do guarda-lamas dianteiro (acima) viu-o cair fora da corrida na Curva 15, e a sua vantagem foi reduzida para 24 quando Rea ganhou:

“Foi muito má sorte para mim; o para-lamas da frente partiu-se e bateu no pneu e depois a frente escorregou. Isto é muito azar porque podia ter partido na reta, e porquê logo na última curva? Isto é a vida, são as corridas, mas não estou contente porque estava a lutar pela vitória, e cai por causa de algo que não foi culpa minha. Não estou a olhar para trás; estou concentrado na próxima corrida”.

Olhando para o estado do Campeonato, Razgatlioğlu recusa-se a ser desmancha-prazeres: “Este ano, todos os fins-de-semana, o Campeonato está a mudar. Entrámos na Corrida 2 com 49 pontos a mais do que Jonny, agora são apenas 24. Mas não estou a olhar para esse lado, estou apenas concentrado em cada corrida. Hoje foi má sorte, mas o foco agora é a Argentina, e vou lutar novamente pela vitória”.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x