SBK, 2020: Todos os modelos SBK da Ducati

Por a 11 Dezembro 2020 16:30

Dê uma olhadela em detalhe às fotos e reviva algumas das motos mais icónicas que a Ducati fez para correr em SBK

Carlos Checa assumiu o mais recente sucesso da Ducati no Campeonato de Pilotos em 2011

A Ducati tem tido uma grande parte na criação de momentos mágicos das SBK, com nomes como Carl Fogarty, Troy Bayliss e Doug Polen a alcançarem vários Campeonatos.

Mas as motas que foram usadas nesses anos são muitas vezes esquecidas, por isso, nesta rubricas, é hora de olhar para os nove modelos SBK da Ducati que agraciaram o campeonato mais rápido do mundo e marcam a evolução da marca no Campeonato.

Começando pelos primeiros cinco anos de SBK, apareceram dois modelos: a Ducati 851 original e a sua evolução, a 888.

Marco Lucchinelli começou com a 851, mas foi o Francês Raymond Roche que trouxe sucesso ao primeiro modelo que venceu o Campeonato em 1990, enquanto Doug Polen continuou a série de vitórias em 1991 e 1992 com uma unidade preparada por Eraldo Ferracci nos EUA.

Em 1993 Carl Fogarty viria liderar a carga da marca no Campeonato a bordo da nova 888, perdendo para a Kawasaki e Scott Russell. No entanto, tempos melhores viriam para a Ducati a partir de 1994, quando ‘Foggy’ levou o seu primeiro título de campeão mundial na 916.

1995 seria mais uma vez domínio Ducati, com Fogarty, o estreante Troy Corser, Mauro Lucchiari e Pierfrancesco Chili a vencerem, enquanto Fogarty e Corser garantiram o 1-2 na classificação.

A moto conquistou o terceiro título consecutivo em 1996, depois de uma temporada estelar de Troy Corser, antes da Honda regressar em 1997, apesar das inúmeras vitórias para a Ducati.

As evoluções seguir-se-iam em 1998, com a 996 a assumir um título com Fogarty antes de o repetir na temporada seguinte. Várias versões da 996 e da 998 fizeram aparições nas SBK com grande sucesso.

No novo milénio, as vitórias chegaram em 2000, antes de Troy Bayliss ganhar o Campeonato em 2001.

O título de Vice-campeão em 2002 a bordo da 998 antecedeu a nova 999 F03. Neil Hodgson conquistou o título em 2003, antes de James Toseland o ter apoiado em 2004 na nova 999 F04, conquistando o 1-2 na corrida pelo título com Regis Laconi.

O título seguinte chegou em 2006 e em 2008, a nova 1098 foi novamente vencedora com Bayliss.

Carlos Checa assumiu o mais recente sucesso da Ducati no Campeonato de Pilotos em 2011, antes da Panigale aparecer em 2013 em forma de V-twin.

Em 2019 houve uma mudança radical para a Ducati, passando para um motor de quatro cilindros pela primeira vez, na Panigale V4 R. 2020 viu a máquina terminar novamente em segundo lugar, mas com uma formação jovem para 2021, será que o fabricante de Bolonha vai finalmente ficar com a coroa de SBK mais uma vez?

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x