SBK, 2020: A Yamaha nas Superbike

Por a 7 Dezembro 2020 16:30

A Yamaha deu às SBK o primeiro vencedor australiano, o primeiro britânico, o primeiro canadiano, o primeiro irlandês, o primeiro holandês e em 2020, o primeiro líder Turco do Campeonato

Em 1989, Terry Rymer foi o primeiro piloto britânico a vencer no Mundial de Superbike

Nesta rubrica, olhamos em retrospectiva para algumas das incríveis máquinas que competiram no Mundial de Superbike ao longo dos anos.

Com a temporada de 2020 já atrás de nós, é hora de revisitar estas incríveis motos em forma de imagens com esta galeria, começando pela Yamaha.

O fabricante fez parte da história das SBK desde o início, com memórias duradouras nunca apagadas.

A primeira Yamaha a agraciar o Campeonato foi a FZ750, que conseguiu a vitória em 1988 com Fabrizio Pirovano, enquanto Michael Doohan conseguiu três vitórias, iniciando a sua carreira internacional de motociclismo em grande estilo e tornando-se o primeiro australiano a vencer em SBK.

Em 1989, a FZR750R foi lançada e voltou a ser uma vencedora, desta vez com Terry Rymer (7 acima) na Nova Zelândia, o primeiro piloto britânico a vencer no Mundial de Superbike.

O modelo averbou vitórias até 1992, com Pascal Picotte a tornar-se o primeiro vencedor canadiano em Mosport em 1991.

O primeiro modelo da YZF750 chegou em 1993 e demorou até à penúltima corrida do ano em Portugal para vencer, novamente com Pirovano.

1994 foi difícil, com pouco sucesso, mas 1995 foi totalmente diferente, pois um primeiro esforço total de fábrica ingressou nas SBK com o jovem americano Colin Edwards e a sensação japonesa Yasutomo Nagai.

Nagai conquistou uma pole e muitos pódios antes de ser, ainda hoje, o único piloto das SBK a perder a vida, numa queda em Assen, enquanto Edwards brilhou.

Noriyuki Haga conseguiu a primeira vitória em 1997 a bordo de uma YZF, mantendo-se na moto até 1998, vencendo mais cinco corridas.

No final do milénio, foi a R7 que fez a sua primeira exibição. Uma nova moto que demorou a aclimatizar- se, com que Noriyuki Haga lançou um ataque ao título e terminou em segundo lugar em 2000.

A Yamaha saiu então, mas voltou com a primeira R1 em 2005. Depois, uma segunda versão de 2006 até 2008, e Haga foi o piloto que a levou à maioria das suas vitórias.

Em 2009, a longa espera por um primeiro título terminou quando Ben Spies assumiu o título a bordo de outra R1 nova, que durou até a Yamaha sair no final de 2011, embora Cal Crutchlow ainda tenha vencido em 2010, e Marco Melandri e Eugene Laverty venceram em 2011.

O novo modelo da R1 estava de volta para 2016, mas só em 2018 é que venceu, com Michael van der Mark a conseguir um duplo no Donington Park antes da primeira vitória de Alex Lowes em Brno.

A moto venceu com van der Mark em 2019, antes de uma nova evolução para 2020.

Um sucesso instantâneo, Toprak Razgatlioglu alcançou uma vitória emocionante na Corrida 1 em Phillip Island, tornando-se assim o primeiro turco a liderar o Campeonato.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x