SSP: Yamaha é Campeã de Fabricantes

Por a 21 Julho 2019 15:17

O Campeão pode ainda estar por decidir, mas não há dúvidas quanto ao fabricante… Foi o sétimo título de Supersport para a Yamaha e o terceiro em outros tantos anos, após o sucesso sem precedentes alcançado até aqui em 2019!

Graças ao domínio da Yamaha no Campeonato do Mundo Supersport de 2019, o fabricante japonês conquistou o título de fabricantes em Donington Park.

Assegurando a sua sétima dobradinha na temporada na prova Britânica, a Yamaha tem uma vantagem insuperável de 105 pontos, com apenas 100 pontos em jogo nas quatro últimas corridas.

A temporada tem sido pura dominação, principalmente vinda da dupla da Evan Bros. de Randy Krummenacher e Federico Caricasulo – primeiro e segundo no campeonato. Os dois pilotos tiveram uma feroz rivalidade durante todo o ano, estabelecendo-se como os pilotos a bater na classe de Supersport.

Até a ronda de Donington Park, ambos estiveram no pódio em todas as corridas, e contribuíram com 150 dos 200 pontos que a Yamaha tem na classificação dos fabricantes.

Os outros 50 pontos vieram de Jules Cluzel (Yamaha GMT94), que conquistou vitórias na Ronda Pirelli de Itália e na Ronda Prosseco do Reino Unido, anunciando-se como candidato ao título com quatro corridas pela frente.

No total, a Yamaha venceu todas as corridas esta temporada e terminou em primeiro e segundo em sete delas. Em termos de pódios completos, houve quatro nesta temporada – todos com os dois primeiros colocados no campeonato do Supersport.

Alguns dos desempenhos mais dominantes foram algumas das melhores corridas também, com Chang a servir de lembrete de como o Campeonato de Supersport está próximo e competitivo em 2019.

Os quatro primeiros pilotos foram todos Yamaha, e isso estabeleceu o precedente para a temporada, com nomes como Krummenacher, Caricasulo e Cluzel a força dominante nas Supersport, que os levou a conquistar o título de fabricante para a Yamaha a quatro rondas do fim.

E o domínio da Yamaha também não pára nas posições de liderança, com inúmeros recordes no caminho do fabricante japonês. O primeiro austríaco que largou da pole em Supersport, Thomas Gradinger (Kallio Racing), está numa Yamaha – uma ronda depois, conquistou o seu primeiro pódio.

Na Taça da Europa, ambos os pilotos estão a usar equipamento Yamaha também, enquanto lutam pela supremacia na sua própria classificação.

Com quatro rondas restantes no ano passado, a Yamaha precisava de mais três pontos do que a MV Agusta para ganhar a coroa do fabricante. Com o trabalho já feito este ano, a Yamaha provou a sua força nas Supersport com mais um título de fabricantes sob o seu nome nas Supersport, com a nova YZF R6 sendo a moto a bater na classe. O que mais restará para eles? Mais dobradinhas? Mais pódios monomarca? ou um recorde de pontuação?

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Supersport
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png