SSP: Cluzel tenta, Caricasulo consegue

Por a 9 Junho 2019 12:19

As Supersport produziram uma boa luta entre os colegas de equipa da Yamaha Evan Bros. ao longo das 19 voltas, luta que começou por ser liderada por Luca Mahias na Kawasaki, e em que inicialmente Rafaele De Rosa com a MV Agusta esteve envolvido, só para depois dar lugar a Jules Cluzel no último degrau do pódio.

O grupo original de 8 pilotos gradualmente deu lugar a um grupo de 5, com várias quedas da traseira a dizimarem o pelotão, e Okubo em 6º a não acompanhar o ritmo da frente.

Era então Caricasulo, Krummenacher, DeRosa, Mahias, e Cluzel, com Gradinger uma pequena distância atrás.

O Francês veio detrás, da 6ª posição, à custa de sucessivas voltas rápidas e começou a pressionar os homens da frente, passando primeiro De Rosa com alguma facilidade e depois, a meio da corrida, Krummenacher para 2º, numa fase em que Caricasulo liderava.

Os três começaram a alternar posições, Cluzel colocando-se no comando a 6 voltas do final. Mas o Francês não contava com a determinação de Caricasulo, que ultrapassava sempre na travagem do final da reta da meta, e de facto veio a averbar a volta rápida com um novo recorde, (devido decerto em parte ao novo asfalto do traçado e às condições ideais de temperatura amena e pouco vento), que ficou em 1.42.532.

As últimas 3 voltas foram frenéticas, com trocas constantes, a ponto de aumentar as distâncias dos primeiros três para De Rosa, que eventualmente seria passado por Gradinger à boca da meta.

Assim, Caricasulo venceu, Krummenacher recuperou para segundo e continua a liderar confortavelmente, e Cluzel teve de contentar-se com o último degrau do pódio… de notar que Maria Herrera, ao acabar em 14º, marcou 2 pontos.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Supersport
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png