SSP: As estrelas que vieram da Moto2

Por a 10 Janeiro 2020 15:00

O Campeonato do Mundo de Supersport de 2020 parece ter mais talento internacional do que nunca, com muito talento vindo do Campeonato do Mundo de Moto2.

Grandes nomes competirão no que é uma das mais ferozes escaladas do Campeonato Mundial de Supersport em memória recente, e há também o regresso da equipa de SSP de maior sucesso.

Da equipa vencedora do título em 2019 às formações estabelecidas que buscam recuperar o título, 2020 terá uma grelha forte e competitiva.

A equipa SSP da Bardahl Evan Bros. contratou Andrea Locatelli para 2020, e o ex-finalista no pódio de Moto3 e sexto colocado entre as Moto2 muda assim para as Supersport.

O italiano ainda não sabe qem vai ser o seu companheiro de equipa, mas Steven Odendaal (EAB Ten Kate Racing) fará parte da família Yamaha.

O sul-africano é um ex-campeão europeu do CEV Moto2 e teve experiência na Moto2 com vários fabricantes de chassis.

Juntando-se a Locatelli e Odendaal na grelha da Moto2, estará Philipp Oettl (Kawasaki Puccetti Racing), mais um ex-vencedor da corrida em Moto3 a mudar do paddock de MotoGP para as SSP.

Oettl está ansioso por imitar o sucesso do ex-compatriota Sandro Cortese em Moto2 em 2018, quando o alemão se tornou campeão da categoria.

Houve muitos outros sucessos para ex-estrelas de Moto2 nas SSP, com Kyle Smith (Team Pedercini Racing) a vencer corridas de SSP depois de vir da Moto2 em 2013.

O britânico Gino Rea também teve sucesso em ambos os paddocks antes de se mudar para coisas novas no Britânico duas temporadas atrás.

Até o piloto de SSP mais bem sucedido de todos os tempos – Kenan Sofuoglu – experimentou a ação da Moto2 em 2011 e alcançou um pódio.

Outros pilotos na grelha atual que estiveram na Moto2 incluem Isaac Viñales, que terminou a temporada de 2019 com três pódios consecutivos e se tornou o primeiro espanhol em SSP a fazê-lo desde Joan Lascorz em 2010, em Miller Motorsport Park, Misano e Brno.

Lucas Mahias (Kawasaki Puccetti Racing) também apareceu em seis corridas de Moto2 antes de mudar para as SSP, enquanto Jules Cluzel (GMT94 Yamaha) se tornou o primeiro piloto a vencer corridas em Moto2 e SSP (Silverstone 2010 e Monza 2012, respetivamente).

No entanto, apenas Sandro Cortese, em 2018, conseguiu vencer o campeonato vindo da Moto2 e, de fato, ninguém veio do paddock de MotoGP e ganhou o título de SSP imediatamente, além de Cortese. Isso dará aos rookies da classe Moto2 um objetivo para marcar os seus nomes na história.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Supersport
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png