SBK: Treinos Oficiais na Austrália

Por a 14 Fevereiro 2019 17:35

As equipas de Superbike vão ter uma última chance para fazer os preparativos finais antes da abertura da temporada de 2019 do Campeonato Mundial de Superbike no fim do mês. De facto, de 18 a 19 de fevereiro, os pilotos vão estar no Circuito de Phillip Island para mais dois dias de testes oficiais de pré-temporada, poucos dias antes da ronda de abertura do Mundial, que vai ter lugar no mesmo circuito de 22 a 24 de fevereiro.

A Kawasaki vai decerto liderar com muita confiança nos antípodas, depois de um forte período de Inverno que viu o Campeão do Mundo Jonathan Rea ficar sempre no topo durante os dois testes realizados em Jerez e Portimão. Ocupado a testar alguns componentes novos introduzidos na sua Kawasaki ZX-10RR, o norte-irlandês ficou satisfeito com o seu ritmo geral e mostrou-se pronto a defender a sua coroa e porventura conquistar o seu quinto título de Superbike consecutivo.

Fornecendo respostas tranquilizadoras à sua equipa, Rea também declarou estar mais forte do que nunca com a máquina verde este ano. Do outro lado da garagem, o seu novo companheiro de equipa, Leon Haslam, não precisou de muito tempo para se familiarizar com a ZX10RR, já que também ele mostrou um ritmo forte durante o inverno.

Porém, a verdadeira revelação do período de inverno tem sido Alex Lowes (Yamaha Pata Superbike Team). O piloto britânico fechou a segunda posição no teste de dois dias realizado em Portugal e declarou estar pronto para lutar pelos pódios em cada fim-de-semana de corridas deste ano. Compartilhando a garagem com Lowes, Michael Van der Mark também tem o seu objetivo definido para a nova temporada após uma performance promissora durante os testes de inverno.

A fazer a sua estreia nas Superbike, a equipa Yamaha GRT Superbike também mostrou um bom potencial nos testes anteriores de pré-temporada. Juntando-se ao pelotão com o campeão de 2018 de Supersport Sandro Cortese e o veterano italiano Marco Melandri, a equipa francesa espera dar mais um passo à frente com a sua YZF R1 no teste oficial antes da abertura da temporada.

Já para a Aruba.it Racing – a dupla da Ducati Chaz Davies e Alvaro Bautista, este Teste Oficial de Inverno em Phillip Island terá muita importância, uma vez que os dois dias serão a sua última oportunidade para afinar a nova Ducati Panigale V4 R à frente da sua primeira corrida em Superbike.

Durante os testes de inverno realizados no final de janeiro em Jerez e Portimão, Bautista impressionou a todos com a sua rápida familiarização com a Superbike – até certo ponto, pois é verdade que a máquina é mais semelhante à V4 de MotoGP com que Bautista corria antes que a anterior Panigale. Vindo de uma extensa carreira em MotoGP, o espanhol já estava em terceiro em Portimão depois de algumas saídas com a máquina vermelha desde que se juntou à sua nova equipa.

Também a pilotar a nova Panigale V4 R, Michael Ruben Rinaldi (BARNI Racing Team) correrá em Phillip Island pela primeira vez este ano, já que o ano passado só participou em rondas europeias, o que significa que nos dois dias de testes ele também vai estar a trabalhar para aprender o novo layout. Para Eugene Laverty, que inicia a sua sétima temporada nas Superbike este ano, o tempo será precioso em Phillip Island, pois ele ainda anda à procura de uma boa base para a Ducati V4 R do Team Goeleven.

A juntar-se à batalha de 2019 também não estão apenas as máquinas verdes, azuis e vermelhas. 2019 também verá o retorno do fabricante alemão BMW. A BMW Motorrad Superbike Team esteve pela primeira vez em pista com os seus concorrentes em Jerez e Portimão, impressionando com a sua rápida progressão ao longo dos quatro dias.

Tom Sykes, que fez a mudança para a equipa gerida por Shaun Muir em 2019, estabeleceu o sexto tempo de volta mais rápido na pista portuguesa e deu indicações positivas da sua BMW S1000RR. O mesmo aconteceu com Markus Reiterberger, que regressa às Superbike depois de se tornar campeão da extinta STK1000 em 2018. Trabalhando ao lado dos engenheiros da BMW em Jerez e Portimão, o piloto alemão está ansioso por dar outro passo em frente com a sua Superbike durante este Teste Oficial.

A HRC também regressa oficialmente às Superbike este ano, pois apoia a Honda Moriwaki Althea em 2019. Todos os olhos estarão neles em Phillip Island, já que ainda não vimos nem Leon Camier nem o japonês Ryuichi Kiyonari em pista com a nova Honda CBR1000RR SP2. Rumores dizem que a equipa tem testado à porta fechada na Tailândia, e agora no teste de dois dias na Austrália, vamos finalmente pode ver onde eles estão, já que enfrentarão os seus rivais pela primeira vez.

Para o piloto da Honda, Alessandro Delbianco (Althea MIE Racing Team), esta será a primeira vez em Phillip Island, já que também ele se estreia nas Superbike este ano. O piloto de 21 anos vai aproveitar os dois dias para continuar a sua abordagem à nova categoria, à sua nova moto e à pista desconhecida.

A caminho da sua segunda temporada nas Superbike, o piloto independente da Kawasaki, o turco Toprak Razgatlioglu, também impressionou durante os quatro dias de testes em Jerez e Portimão, e em Phillip Island, a equipa de Manuel Puccetti pretende dar mais um passo em frente nas atualizações finais de 2019 para a sua Kawasaki ZX-10RR.

Além disso, Leandro Mercado (Orelac Racing VerdNatura) e o piloto espanhol Jordi Torres (Team Pedercini Racing) trabalharão duramente durante os últimos dois dias do Teste Oficial para melhorar a configuração das suas ZX-10RR antes da primeira ronda da temporada 2019.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x