SBK, San Juan: “Fim de semana especial” em perspectiva para o herói da casa Leandro Mercado

Por a 9 Outubro 2019 15:30

Não há nada como voltar para casa e para Leandro Mercado (Kawasaki Orelac VerdNatura), isso é algo que ele espera muito. O piloto argentino vai para a Ronda Argentina Motul este fim-de-semana ansioso por compensar as desilusões de 2018 e regressar aos dez primeiros e talvez até mais, enquanto uma multidão espera para lhe dar as boas-vindas.

O Campeonato Mundial de Superbike de 2019 foi cheio de altos e baixos para Mercado, um piloto que mostrou grande ritmo e às vezes alcançou os seis primeiros nos resultados.

No entanto, ele também foi forçado a perder uma grande parte da temporada devido a uma lesão sofrida na Corrida 1 em Aragão. Além da lesão, Mercado esteve entre os dez melhores na equipa independente Kawasaki Orelac VerdNatura em quatro ocasiões, e ele vai querer ficar ainda mais à frente, com um desempenho forte diante da sua legião de fãs.

“A verdade é que estou muito feliz por voltar a correr na Argentina. Mal posso esperar para estar em San Juan, é um fim de semana muito especial para mim. O que eu experimentei no ano passado foi incrível, sentir todo o apoio; o calor da multidão em todo o circuito foi um sentimento especial. Mal posso esperar para sentir isso novamente neste fim de semana. Estou muito motivado e também focado em obter bons resultados que eu possa aproveitar com o meu pessoal.”

“O objetivo é estar entre os dez primeiros e ficar mais perto do grupo líder. No ano passado, senti-me bem na pista, mas não tive muita sorte. Tivemos problemas nas condições de corrida que prejudicaram o fim de semana e impediram que ele seguisse da maneira que gostaríamos. Então, queremos terminar este fim de semana de uma maneira melhor.”

Mercado esteve nos pontos na última vez em Magny-Cours, com um 12º na Corrida 1 e um 11º na Corrida 2, apenas alimentando o seu desejo de voltar aos dez primeiros (ou superior) diante dos fans de casa. Embora seja uma ‘partida em casa’, ‘Tati’ é de Córdoba, a cerca de 590 km da cidade de San Juan.

No entanto, ele terá o peso de uma nação – e de facto de todo o continente da América do Sul – nos seus ombros.

Recomeçando de aonde parou, Mercado disse sobre os seus desejos neste fim de semana: “Eu também quero aproveitar, porque é um fim de semana especial para mim. Essa é a nossa ideia para o fim de semana, divertir-nos e aproveitar ao máximo o nosso apoio por lá “.

Falando sobre o seu futuro na classe Superbike, Mercado disse: “Ainda não assinei nada para o próximo ano. É uma pena que a equipa ainda não tenha decidido se deve continuar nas SBK. Eu tive algumas propostas que estou analisando. Espero ter algo um pouco mais específico até o final da temporada. ”

Poderá Tati obter um grande resultado para ajudar a garantir o seu lugar na grelha em 2020?

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png