SBK: Rea na pole com 12 no mesmo segundo!

Por a 7 Setembro 2019 12:29

Com o sol a banhar o Circuito Internacional do Algarve a ação foi rápida e furiosa durante a sessão da Superpole de 25 minutos. Depois de um dia muito próximo, com os 12 melhores cobertos por um segundo, a Superpole tinha boas perspetivas. Deixando tudo para tarde após um final incrível da sessão, Jonathan Rea (Kawasaki Racing) conquistou a 21ª pole position da sua carreira e a quinta da temporada.

A sessão começou e imediatamente, Alvaro Bautista (Ducati Aruba) fez a volta mais rápida do fim de semana, após um acidente durante a FP3 pela manhã.

No entanto, ele mantinha boa companhia, já que Toprak Razgatlioglu (Kawasaki Puccetti) bateu o segundo Sandro Cortese (Yamaha GRT) continuando de onde tinha ficado na FP2 para se colocar em terceiro.

A menos de oito minutos para o final, Jonathan Rea chegou ao topo da tabela de tempos. No entanto, o tempo de Rea era vulnerável, a uma margem considerável do recorde de Superpole de Eugene Laverty na última temporada.

A cinco minutos, Bautista regressou à frente e conquistou a pole provisória.

Loris Baz (Yamaha Ten Kate) foi a primeira queda da sessão na curva 11, quando estava numa volta boa para fazer a pole. Chaz Davies mostrou grande melhoria em terceiro, enquanto Markus Reiterberger (BMW Motorrad) ficou em quinto e Eugene Laverty (Team Goeleven) em sétimo, com três minutos restantes.

Foi um imprevisível fecho de sessão a dois minutos, quando Tom Sykes (BMW Motorrad) alcançou o primeiro lugar com um novo recorde de todos os tempos, apenas para Jonathan Rea regressar e tirar a pole ao seu antigo companheiro de equipa.

Sandro Cortese (Yamaha GRT) ficou em terceiro e torna-se no primeiro alemão a começar na primeira fila da grelha em Portimão, ocupando a terceira primeira fila da temporada.

Na segunda fila, Leon Haslam (Kawasaki Racing) fez um bom tempo para levá-lo do 14º ao 4º lugar, colocando posições entre o seu companheiro de equipa líder do campeonato e Bautista. Alex Lowes (Yamaha Pata) alcançou o quinto lugar, enquanto Bautista não conseguiu retornar aos cinco primeiros e conseguiu apenas o sexto, embora tenha sido a Ducati mais rápida.

A linha três apresenta Jordi Torres (Pedercini Racing), Marco Melandri (Yamaha GRT) e Markus Reiterberger que acabou por baixar para o nono, apenas a meio segundo da primeira fila. Michael van der Mark (Yamaha Pata) teve uma sessão dececionante e completou os dez primeiros.

Grandes nomes fora dos dez primeiros incluem o vencedor da Corrida 2 em Laguna Seca, Chaz Davies, que foi eliminado devido a melhorias tardias, e Toprak Razgatlioglu; ambos começam 12 e 13 respetivamente. O acidente de Loris Baz mostrou-se caro, já que o francês sai de 15º. A melhor Honda foi Takumi Takahashi (Honda Moriwaki Althea) em 17º.

 

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png