SBK: Gregorio Lavilla quer Rossi como wild card no Mundial de Superbikes

Por a 19 Junho 2017 15:28

O director de corrida do Mundial de Superbike, Gregorio Lavilla, está ciente de que o WSBK precisa de dar um passo em frente para recuperar o interesse público num campeonato em que a diferença entre as equipas de fábrica e outras restantes estruturas privadas tem vindo a aumentar.

Esta temporada só Ducati e Kawasaki chegaram ao pódio desde o início do campeonato na Austrália, com excepção de Donington Park e Misano, onde Alex Lowes colocou a Yamaha no top 3.

De acordo com Lavilla, o campeonato não é tão diferente hoje do que era, no final dos anos 90, contudo o ex-piloto espanhol reconhece que o campeonato precisa de mudanças que pode passar em breve pela adopção de uma centralina única, a exemplo do que já acontece no MotoGP.

Com as audiências em declínio e uma grelha longe de estar preenchida o Mundial de Superbikes precisa de maior projecção internacional, e Lavilla acredita que a chegada de estrelas ao campeonato como Valentino Rossi poderia servir como uma alavanca importante: “Neste momento, nosso objetivo é para aumentar o interesse do publico pelas SBK. Por isso isso seria óptimo ter Valentino Rossi como wild card em algumas corridas do Mundial. Acho que o paddock das Superbikes trataria muito bem de Valentino Rossi”.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png