SBK: As sortes das marcas em Portimão

Por a 5 Setembro 2019 17:30

Aqui fica uma apreciação da prova de Portimão, do ponto de vista dos diferentes fabricantes em pista. A Kawasaki chega à prova portuguesa de 2019 com oito vitórias na pista portuguesa, o dobro de seus dois concorrentes mais próximos, Ducati e Aprilia, com quatro cada. A Kawasaki monopolizou o primeiro lugar recentemente no Algarve, pois venceu todas as corridas em 2015, 2017 e 2018 com Jonathan Rea.

O mesmo registro se aplica às Superpoles: a Kawasaki tem o dobro dos seus dois concorrentes mais próximos. A Kawasaki conta com 4 Superpoles do Algarve, com a Yamaha e a Ducati a seguir com duas.

A Ducati venceu quatro vezes aqui, de 2008 a 2011. Desde a última vitória de Carlos Checa na Corrida 2 de 2011, a marca registou nada menos que onze pódios, elevando a contagem da Ducati a 18, o melhor valor para Portimão: a Kawasaki segue com 11.

Marco Melandri (Yamaha GRT) alcançou quatro dos últimos cinco pódios da Ducati em Portimão: duas vezes em terceiro em 2017; 2º e 3º ano passado (Chaz Davies foi o 2º na Corrida 1, 2017).

A Yamaha venceu duas vezes no Algarve: em 2009, na corrida 1 com Ben Spies, no fim-de-semana que deu o campeonato ao Americano e com Marco Melandri na corrida 2 de 2011. Em 2017 e 2018, eles averbaram três pódios com as Yamaha Pata WorldSBK e o piloto da equipa Michael Van der Mark (2º na Corrida 2 2017 e 2018; 3º na Corrida 1, 2018).

A Honda venceu aqui a segunda corrida de 2014, graças a Jonathan Rea, e mostrou-se muito consistente nas mãos do atual Campeão do Mundo, pois conseguiu 8 dos 10 pódios da Honda no Algarve. No ano passado, o melhor piloto da Honda foi Jake Gagne com um 13º e um 12º.

A BMW venceu a Corrida 1 de 2013 em Portimão com Marco Melandri: esse também é o único lugar no pódio deles aqui. Nos últimos dois fins-de-semana no Algarve, os pilotos da BMW registraram quatro dos 10 melhores resultados em seis possíveis: em 2017, Jordi Torres (Team Pedercini) foi o melhor piloto da BMW no 6º e 5º (De Rosa foi 11º e teve um acidente) e no ano passado Loris Baz (Yamaha Ten Kate) ficou em 6º e 9º.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png