SBK, Aragón 1: Redding ganha sobre Davies, com Rea terceiro

Por a 29 Agosto 2020 14:33

Uma batalha titânica entre os dois líderes do Campeonato terminou com Scott Redding (Ducati Aruba.It) a levar a vitória, bem como a liderança do Campeonato do Mundo de Superbike, depois de ter afastado vários desafios à sua liderança em MotorLand Aragón

Com Baz a liderar no arranque, Redding iniciou a corrida a partir do terceiro lugar e manteve-se no primeiro grupo enquanto Jonathan Rea (Kawasaki Racing), saído da pole, lutou para voltar à frente depois de um (raro!) mau arranque.

Rea voltou à liderança após apenas algumas voltas, mas foi passado por Redding na Volta 7 de 18, seguindo Redding de perto após a ultrapassagem; a velocidade de linha reta da Ducati ajudava a manter Redding à frente.

Enquanto Rea continuava a pressionar Redding, o par esteve lado a lado com Rea a procurar voltar à liderança, mas um erro na Volta 14, onde Rea saiu largo, permitiu que Redding permanecesse na frente.

Davies conseguiu passar por Rea apenas algumas voltas depois e começou a fechar sobre Redding, terminando a corrida apenas três décimos atrás do Inglês enquanto lutavam pela liderança, com a dupla a fazer um Ducati 1-2 final depois de Davies ter lutado para recuperar do nono lugar, e com Rea a reclamar um pódio na sua 150ª partida pela Kawasaki.

O resultado significa que Redding volta à liderança do Campeonato, mas com muitos pontos ainda disponíveis para reclamar.

Michael Ruben Rinaldi (Team Goeleven) garantiu mais uma vez o quarto lugar, e a sua forma continua impressionante, com o piloto italiano a colocar-se em vantagem sobre Michael van der Mark (Yamaha Pata) terminando em quinto lugar.

Toprak Razgatlioglu (Yamaha Pata) foi outro dos pilotos que conseguiu regressar ao topo ao terminar no sexto lugar, depois de ter começado fora do top 10.

Loris Baz (Yamaha Ten Kate) ficou classificado no sétimo lugar, apesar de ter começado na primeira linha e assumindo a liderança no início. Houve uma batalha entre Baz e Xavi Fores (Kawasaki Puccetti) no final da corrida com a dupla separada por apenas um segundo no final da corrida.

Federico Caricasulo (Yamaha GRT SBK Junior Team) terminou no nono lugar com Leon Haslam (Team HRC) completando o top 10.

Foi uma forte prestação de Leandro Mercado (Motocorsa Racing), com o piloto argentino a conquistar o 11º lugar, à frente de Sylvain Barrier (Brixx Performance) em 12º.

Roman Ramos (Kawasaki OUTDO TPR) marcou o seu 100º arranque no mundial com um ponto final, a sua primeira corrida desde o seu regresso ao Campeonato, à frente de mais um retornado a meio da época em Marco Melandri (Barni Racing Team).

Takumi Takahashi (MIE Racing Althea Honda Team) garantiu os primeiros pontos da temporada com o 15º lugar e também conquistou os primeiros pontos da equipa em 2020.

Eugene Laverty (BMW Motorrad) terminou no 16º lugar após uma corrida dramática para começar a corrida; o piloto irlandês caiu da moto na volta de formação da grelha, com a equipa a reparar a sua máquina na grelha. Laverty foi castigado com um ride-through durante a prova, mas conseguiu terminar à frente de Lorenzo Gabellini (Honda MIE Althea).

Christophe Ponsson (Nuova M2 Racing) teve uma queda durante a corrida na secção de saca-rolhas que colocou o francês fora da corrida na sua Aprilia, enquanto Alex Lowes (Kawasaki) também se retirou da corrida, após cair na crista da colina.

Tom Sykes (BMW Motorrad SBK Team) desistiu após 5 voltas, enquanto Garrett Gerloff (Yamaha GRT SBK Junior Team) também sofreu uma queda na primeira metade da corrida.

Álvaro Bautista (Team HRC) e Maximilian Schieb (ORELAC Racing VerdNatura) retiraram-se da corrida após incidentes separados na mesma volta.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x