SBK 2020: Mercado e Scheib, os Sul-Americanos

Por a 26 Janeiro 2020 15:30

Recém-saído dos testes de Jerez, o piloto argentino Mercado fala das suas ambições, enquanto Scheib salienta o orgulho de representar o Chile no palco do Mundial de SBK…

O vencedor da Copa da Europa de Superstock 1000 da FIM de 2014, Leandro Mercado, da Motocorsa Racing e o estreante Maximilian Scheib da Kawasaki Orelac Verdnatura, estarão presentes em representação da Argentina e do Chile, respectivamente, ao longo da temporada.

Ambos os pilotos experimentaram pela primeira vez as suas novas máquinas para a temporada no teste de Jerez, deixando trasnparecer otimismo perante o desafio.

Mercado apareceu entre os dez primeiros, mostrando que a Ducati Panigale V4 R nas mãos da nova equipa italiana tem muito potencial.

Com um sistema de escape Termignoni, a configuração da Ducati Motocorsa Racing é um pouco diferente das outras Ducati que correm, e será fascinante ver ao longo de 2020 se isso ajuda ou atrapalha o seu progresso.

Falando sobre a temporada de 2020, Mercado declarou: “Estou ansioso para entrar na moto e começar a trabalhar com toda a equipa. Será um teste muito importante entender muitas coisas, desenvolver a sensação certa com a moto e criar uma boa equipa. O objetivo é percorrer muitos quilómetros e criar uma boa base como ponto de partida.”

“Eu sei que todos trabalharam duro durante o inverno para estarem prontos para partir. Também trabalhei muito na Argentina e sinto-me muito bem, muito motivado. Quero agradecer a todos pelo trabalho realizado no inverno e a todos os patrocinadores que me permitiram mais uma vez participar do campeonato.”

Para Max Scheib, de 24 anos, o principal objetivo é voltar à velocidade numa moto com especificação de SBK e também familiarizar-se com a potência da Kawasaki ZX-10RR.

A pista molhada certamente não ajudou, mas Scheib ficou feliz por ter experimentado o seu primeiro tempo chuvoso em SBK antes de uma ronda completa.

“Estou realmente feliz por voltar ao paddock das SBK”, começou Scheib, que antes já tinha disputado duas provas com a equipa MV Agusta duas temporadas atrás. “É incrível estar de volta a representar o meu país. Além disso, na América Latina, muitas pessoas me seguem, e todos estão realmente felizes com estas boas notícias. Eu quero dar o meu melhor toda a temporada. Para mim, o objetivo é estar entre os dez primeiros.”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png