SBK 2020: Ducati Aruba apresenta as suas cores

Por a 13 Fevereiro 2020 13:00

No icónico Autodromo Internazionale Enzo e Dino Ferrari, em Imola, Itália, a equipa Ducati Aruba.it lançou o seu esquema de cores para 2020.

Scott Redding, um rookie em SBK, e Chaz Davies pretendem recuperar o título de Superbike pela primeira vez desde 2011.

Em 2019, a equipa venceu 17 corridas e terminou em segundo lugar na classificação, com Scott Redding a ambicionar melhor na sua primeira temporada na competição.

Na tradicional cor vermelha brilhante com um toque de preto, há pouca evolução na decoração de anos anteriores.

No entanto, a Ducati Panigale V4 R entra na sua segunda temporada de desenvolvimento e a equipa espera estar na luta pela vitória desde o início. Na época passada, a nova moto venceu as primeiras 11 corridas em que participou, fazendo uma das mais notáveis estreias de uma moto na história do Campeonato.

O estreante das SBK, Scott Redding, está ansioso por entrar em ação em menos de três semanas, e falou no lançamento da equipa no circuito de Imola:

“Estou muito entusiasmado com esta nova aventura. Será importante começar bem, especialmente nos primeiros circuitos que conheço muito bem. Ainda temos de perceber onde estamos realmente em termos de desempenho absoluto, mas é evidente que a nossa missão é começar a ganhar o mais rápido possível. Estou muito satisfeito com o que conseguimos durante os testes.”

“Gostaria de agradecer à equipa que fez um grande trabalho e me deu muita confiança. Todos temos o mesmo objetivo, e esta é uma motivação muito importante. O que posso prometer aos fãs? Sei que a paixão dos Ducatisti é extraordinária e por isso vou dar toda a minha energia com apenas um objetivo: trazer o título de volta a Bolonha.”

Falando no lançamento, Chaz Davies está também pronto para a temporada de 2020:

“As minhas expectativas são muito altas. Na segunda parte da temporada de 2019, as nossas prestações e resultados melhoraram consideravelmente e, nas últimas corridas, lutámos sempre pelo pódio. O objetivo é fazer ainda melhor e acredito que a experiência acumulada ao longo dos anos pode ajudar-nos.”

Fizemos um bom trabalho durante o inverno e a sensação é positiva, apesar de nunca ter procurado o tempo por volta durante os testes. Sinto-me muito melhor do que há 12 meses, tanto fisicamente como com a sensação com a moto. Quero agradecer a todos os nossos adeptos pelo apoio e espero celebrar muitas vitórias com eles, talvez mesmo daqui a uns meses neste mesmo circuito.”

O diretor geral da Ducati Corse, Luigi Dall’Igna, afirmou a intenção da equipa para 2020: “Nos últimos meses, continuamos a trabalhar no desenvolvimento do Panigale V4 R, pois estamos convencidos de que, apesar da grande competitividade demonstrada pela nossa moto no ano passado, no ano 2020 o campeonato será ainda mais competitivo graças à presença de novos modelos dos nossos principais concorrentes.”

“Só temos um alvo, que é trazer para casa o título mundial de Superbike que temos perdido desde 2011. Temos dois pilotos fortes e muito motivados: Chaz, que está connosco há sete anos e é um dos pilares da equipa, e Scott, um novo campeão da BSB e já muito rápido durante os testes de inverno. Acreditamos ter todos os ingredientes necessários para serem protagonistas em todas as corridas do campeonato a partir de Phillip Island.”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png