SBK 2020: Davies contente com a chegada de Redding à Ducati Aruba

Por a 20 Janeiro 2020 15:00

Chaz Davies diz que ter Scott Redding como seu companheiro de equipa na formação de fábrica da Ducati em Superbike será uma “grande vantagem”, porque os dois pilotos britânicos têm pesos e alturas similares.

O campeão britânico de Superbike Redding substitui Álvaro Bautista na formação da Ducati para a campanha de 2020, depois do espanhol “desertar” para a Honda no inverno.

Isso significa que Davies terá o seu quarto companheiro de equipa desde que ingressou na marca de Borgo Panigale em 2014, depois de Davide Giugliano, Marco Melandri e o ano passado Bautista.

No entanto, ambos os ex-pilotos de MotoGP Melandri e Bautista eram consideravelmente menores que Davies, que mede 1,83 m e pesa 70 kg. Por outro lado, Melandri media apenas 1,66 m e Bautista tinha 1,69cm.

Davies acha que será muito melhor emparelhar-se com Redding, que é apenas um centímetro mais alto que ele e estava entre os pilotos mais pesados ​​da grelha nos seus dias de MotoGP.

“Não tenho problemas com o Scott”, disse Davies há dias. “Pelo contrário, é bom para mim ter um companheiro de equipa tão alto e pesado como eu.”

“Não tenho esse luxo há muito tempo, porque nos últimos anos sempre tive colegas de equipa significativamente menores. Davide era o último companheiro de equipa até agora que não era significativamente menor que eu.”

“Conheço o Scott e damo-nos bem. Ele é engraçado. Mas também me dei bem com o Marco e o Álvaro. Não acho que vá ser diferente com o Scott.”

“Mas a melhor coisa de ser companheiro de equipa com Scott é que ele é do mesmo tamanho que eu, ou até um pouco maior. Essa é uma boa vantagem para mim”.

O manager da equipa Ducati, Serafino Foti, comentou que os tamanhos contrastantes de Davies e Bautista forçaram o par a usar diferentes configurações durante a temporada como companheiros de equipa.

“Não apenas o tamanho é semelhante, mas também o peso“, disse Foti, de Davies e Redding. “O tamanho e o peso dos pilotos são cruciais, caso contrário, é preciso seguir caminhos diferentes.”

“A configuração do Álvaro era diferente da de Chaz. O Álvaro pesava 56 kg e Chaz pesa 70. Portanto, era impossível usar a mesma configuração”.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png