GP de Macau: Kostamo vence em fim-de-semana atribulado, Pires 7º

Por a 20 Novembro 2022 19:14

O finlandês Erno Kostamo venceu o 54º Grande Prémio de motos de Macau, à frente do alemão David Datzer e do sul-africano que corre com licença portuguesa Sheridan Morais. Apesar do seu conhecimento do Circuito da Guia, André Pires quedou-se pelo sétimo lugar na corrida principal.

Depois de ter dominado os treinos-livres e a qualificação, Erno Kostamo continuou a tendência ao tornar-se no primeiro motociclista finlandês, e o primeiro não-britânico desde 1997, a vencer o Grande Prémio de Motos de Macau, que está na sua 54º edição. Registou ainda a volta mais rápida da corrida enquanto levava a sua BMW da Penz 13 até à bandeira de xadrez. No entanto, teve de trabalhar pela vitória, ao não ter realizado o melhor dos arranques, tendo-se encontrado na quarta posição, depois de arrancar da pole-position.

Um facto curioso, foi que os organizadores optaram por juntar o resultado das duas sessões de qualificação como resultado final da Corrida 1 que tinha sido cancelada no sábado e, assim, o finlandês que fez a pole Erno Kostamo foi declarado o vencedor.

Erno Kostamo (BMW) chegou assim a domingo confortável na pole position para a corrida de 8 voltas, com o seu colega da marca Datzer e o piloto da Honda Morais a completarem a primeira fila da grelha. O britânico Rob Hodson (Dafabet Racing), o suíço Lukas Maurer (Maurer-Racing by Penz13), ambos  em Kawasaki, e o piloto português André Pires da Honda (AP Racing com Optimark) preencheram a segunda linha da grelha no Circuito da Guia.

A corrida

O holeshot para a primeira curva foi de Sheridan Morais na frente de Datzer e Hodson, o mais rápido na qualificação, Kostamo foi quarto. Antes da Curva de Lisboa, o finlandês subiu ao segundo lugar. Até à terceira volta, Morais conseguiu defender a liderança de Kostamo e Datzer, que vinham logo atrás, mas na zona de travagem da curva de Melco o sul-africano, que conduz com licença portuguesa, não resistiu ao ataque dos seus oponentes.

Depois de passar por Morais, Kostamo e Datzer rapidamente se afastaram dos seus perseguidores. Após cinco voltas aos 6,115 quilómetros do Circuito da Guia, Kostamo e Datzer estavam separados por apenas 0,73 segundos. Com 2,27,493s, a volta mais rápida de todo o fim-de-semana, o finlandês, que foi um dos poucos participantes a já ter pilotado no Circuito da Guia, tal como André Pires, terminou como um justo vencedor.

Enquanto a ordem dos 3 primeiros permaneceu inalterada desde a terceira volta, Maurer subiu para o quarto lugar à frente de Hodson.

Depois de oito voltas, Kostamo foi o primeiro vencedor escandinavo a cruzar a linha de chegada nas ruas urbanas da metrópole chinesa do jogo à frente de Datzer – o bávaro está a seguir os passos de Peter “Mister Superbike” Rubatto, que terminou em segundo lugar em 1987, 1988 e 1990. Morais, Maurer, Hodson e Trummer completaram os seis primeiros com o português André Pires a terminar na 7ª posição. A única senhora na corrida de motos, a holandesa Nadieh Schoots (Rebel Racing), terminou em 12º.

Dixit

“O fim-de-semana correu como o planeado”, afirmou um satisfeito Kostamo. “Senti-me confortável desde que entrámos em pista, focando-me apenas no que estava a fazer. Trabalhei arduamente na travagem e isso deu os seus frutos. É uma sensação fantástica vencer em Macau.”

“Foi uma experiência fantástica”, disse um emocional Datzer. “Terminar em segundo e competir com o Shez e o Erno foi emocionante. Estou muito satisfeito com os meus tempos por volta”. Concluiu o piloto alemão.

Resultado GP de Macau – Corrida 2 / Motos

1. Erno Kostamo (FIN), BMW, 8 voltas em 19:54.192 min

2. David Datzer (ALE), BMW, + 8.262 seg.

3. Sheridan Morais (AFS), Honda, +10.836s.

4. Lukas Maurer (C)H), Kawasaki.

5. Rob Hodson (GB), Kawasaki.

6. Julian Trummer (AUS), Yamaha.

7. André Pires (POR), Honda.

8. Raul Torres Martinez (ESP), Honda.

9.Joey Thompson (GB), BMW.

10. Paul Williams (Reino Unido), Suzuki.

11. Laurent Hoffman (BEL), BMW.

12. Nadieh Schoots (HOL), Kawasaki.

Não terminaram  Kamil Holan (CHE), Kawasaki e Timothy Monot (FRA), Yamaha.

Volta mais rápida: Kostamo (BMW) em 2:27.493 min.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x